Resenha: Outros jeitos de usar a boca - Rupi Kaur

31 agosto 2020

Edição: 1
Editora: Planeta Brasil
ISBN: 9788542209303
Ano: 2017
Páginas: 208
Compre AQUI / Ebook Kindle AQUI
Sinopse: 'Outros jeitos de usar a boca' é um livro de poemas sobre a sobrevivência. Sobre a experiência de violência, o abuso, o amor, a perda e a feminilidade. O volume é dividido em quatro partes, e cada uma delas serve a um propósito diferente. Lida com um tipo diferente de dor. Cura uma mágoa diferente. Outros jeitos de usar a boca transporta o leitor por uma jornada pelos momentos mais amargos da vida e encontra uma maneira de tirar delicadeza deles. Publicado inicialmente de forma independente por Rupi Kaur, poeta, artista plástica e performer canadense nascida na Índia – e que também assina as ilustrações presentes neste volume –, o livro se tornou o maior fenômeno do gênero nos últimos anos nos Estados Unidos, com mais de 1 milhão de exemplares vendidos.
Faz tempo que eu queria ler este livro, aproveitei que ele está disponível no Kindle Unlimited e resolvi ler. É um livro de poemas, já tinha lido outros do mesmo formato, mas definitivamente esse me tocou de uma maneira especial.
O livro se divide em quatro partes e todas elas mostram momentos diferentes do amor, do feminino e do abuso e ou assédio que as mulheres já passaram, seja por não ter o direito de decidir o que fazer com o corpo, seja por ter o corpo usado contra sua vontade.
Destaca-se também o tabu que é o corpo da mulher em referencia aos pelos, menstruação, estrias e outras coisas que às vezes querem que achemos ruim.
Alguns poemas passaram batidos, enquanto outros me acertaram em cheio. Acredito que cada um que ler poderá sentir o poema que melhor encaixar no momento vivido.
"você cresceu ouvindo que sua pernas são um pit stop para homens
   que procuram um lugar para repousar
  um corpo vazio desocupado o bastante para receber hóspedes
   mas nenhum chega disposto a ficar"
A leitura é bem rápida, levei cerca de uma hora, já que reli alguns poemas por pelo menos três vezes seguidas, pois a força deles me deu um baque, e precisei ler até sentir uma certa paz ao terminar.
O livro conta ainda com ilustrações da própria autora, no kindle elas vêm em uma pagina seguinte do poema, mas no livro físico elas estão na mesma página dos poemas.
"eu não sei o que é viver uma vida equilibrada
quando eu fico triste eu não chor eu derramo
quando eu fico feliz eu não sorrio eu brilho
quando fico com raiva eu não grito eu ardo" 
Quem tiver o Kindle Unlimited, não pode perder a oportunidade de ler, pode ser que não se sinta tocado, mas a leitura valerá a pena com certeza.


Sobre a autora:

Rupi Kaur é uma escritora e artista que vive em Toronto, no Canadá. Aos 5 anos, ela começou a desenhar, um hobby que herdou de sua mãe. Imigrante da índia, ela não conseguia falar em inglês com outras crianças na escola, o que a fez passar bastante tempo sozinha. Quando aprendeu o idioma, encontrou nos livros os melhores amigos. ela desenhou até os 17 anos, em 2009, quando passou a se dedicar mais à escrita e às performances. Em novembro de 2014, publicou seu primeiro livro, milk and honey – editado no Brasil como outros jeitos de usar a boca. Hoje ela usa diferentes meios para se expressar: a poesia, a ilustração, o design, a fotografia, os vídeos. O que o sol faz com as flores é seu segundo livro.


Um comentário:

  1. Sou doida para ter esse livro em casa, eu amo poesia e as dela parecem serem incríveis! Morro de amores por essa mulher <3
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir