Resenha: Entrega - Juliana Mendes

12 março 2020

Edição: 1
Editora: Ler Editorial
ISBN: 9788568925911
Ano: 2019
Páginas: 144

Compre AQUI / E-book Kindle
              
               Livro cedido em parceria com a editora
Sinopse: Seja muito bem-vindo (a) a uma nova forma de ver a feminilidade e o sexo: um ensaio singular e diferenciado, onde você poderá vivenciar experiências que irão mexer com todos os seus sentidos. Tratam-se de relatos fortes de libertação sexual, do encontro com o próprio eu, com a feminilidade e a imensurável força feminina.
Você que vier compartilhar dessa apresentação, o faça de peito e mente abertos. Enxergue nessas mulheres tudo aquilo que você pode – ou não – ser, porque viver depende exclusivamente da sua permissão e escolha.
No mais, seja feliz e se permita.
Entregue-se!

Neste livro vamos conhecer os relatos de três mulheres diferentes, contadas durante uma terapia de grupo onde elas falam sobre suas descobertas e libertação sexual. O livro traz quatro personagens: as pacientes e a terapeuta Julia, que faz a mediação dos relatos das mulheres.
"Meu objetivo  é que enxergue nessas mulheres tudo aquilo que você pode- ou não - ser, porque viver depende exclusivamente da sua permissão e escolha."
O primeiro relato é sobre uma mulher que descobre na relação Dominador/submissa uma nova maneira de ver o sexo.
O segundo traz a história de uma mulher casada, que após passar por um momento de imensa tristeza, não consegue seguir em frente, mas com a ajuda do marido ela tem, através do swing uma nova visão.
O último relato traz a relação de Voyerismo entre duas desconhecidas, onde uma delas é bem resolvida no assunto sexo e a outra esta prestes a se libertar.

No inicio do livro a personagem Julia nos convida a conhecer essas novas experiências de mente aberta, sem preconceitos. Eu achei bacana essa abordagem, onde as personagens - mulheres com vidas normais - se descobrem ou se libertam desses bloqueios ou prisão moral, mostrando que o sexo e suas descobertas são totalmente naturais.
"Não é fácil se deparar com o novo, desconstruir crenças, raízes e convicções, e compreender outras maneiras de enxergar o mundo, as pessoas  e a si mesmo. Isso dói, ainda que seja para bens muito maiores, como a felicidade e o autoconhecimento." 
O livro traz uma escrita simples,  por esse motivo a leitura é bem fluida.
A autora nos mostra com esse livro que sexo deve ser feito da maneira que nos dê prazer, sem medo, vergonha ou preconceito, pois as mulheres também sentem prazer, e tem todo direito de explorar esse prazer da maneira que bem lhe agradar, seja sozinha, seja com seu parceiro, seja em grupo, ou apenas sendo observada.
O que importa é se libertar e ser feliz.







Sobre a autora:



Juliana Mendes é Psicóloga e Escritora. Carioca, residente em Belo Horizonte, começou a escrever ainda na infância, mas foi aos 26 anos que se enveredou nas aventuras da literatura romântica e sensual. Aos 34 anos, consolidou sua escrita com o lançamento do primeiro volume da duologia romântico-erótica intitulada “Porque fechei os olhos”.





Nenhum comentário:

Postar um comentário