Resenha: Amos e Masmorras #1 (A Submissão) - Lena Valenti

24 janeiro 2020

Edição: 1
Editora: Universo dos Livros
ISBN: 9788579308901
Ano: 2015
Páginas: 416
Tradutor: Wallacy Silva

Compre AQUIE-book Kindle
Sinopse: Em mais uma excitante série, a renomada autora Lena Valenti aborda agora as nuances do universo BDSM. Amos e Masmorras é um dos mais recentes sucessos da autora e se tornou best-seller internacional. A agente Cleo Connelly, integrante do corpo de polícia em Nova Orleans, é uma mulher atraente e destemida, que não mede esforços e impulsos na resolução dos casos que assume. Certo dia, entretanto, ela é designada para investigar, junto ao FBI, uma lucrativa rede de tráfico humano. Para cumprir a missão, ela precisará se inserir em um contexto inusitado: visitar a cena BDSM do país e participar das práticas de sodomia e dominação instituídas no torneio Dragões e Masmorras DS. Agindo como agente infiltrada, Cleo terá de pesar os limites de sua própria luxúria nesta implacável caçada, considerando também a arrebatadora atração que sente por Lion Romano, seu parceiro no caso. Mas será que, no meio do caminho, ela vai gostar de ser submissa? Renda-se aos deleites desta intrigante e sensual narrativa!

Cléo Connelly é uma agente policial na cidade em que mora, Nova Orleans. Mesmo gostando muito de seu trabalho ela sempre almejou uma colocação no FBI como sua Irmã Leslie e seu amigo de infância e arque inimigo Lion Romano. Com o desaparecimento de L e morte de Clint, parceiro de sua irmã. Cléo é convocada para participar da missão onde é apresentada ao BDSM, tendo como parceiro/ tutor/amo Lion. Mas após um acontecimento, Lion desiste deixá-la de fora do caso. Mas com um golpe de sorte ela volta ao caso e para o torneio a procura de sua irmã.
“Se pudesse escolher entre quatro demônios, o feio, o mau, o bom e o gostoso, quem você escolheria? O gostoso não é? Com os amos é a mesma coisa”
Nesse livro, entramos nessa história maravilhosa dessa autora repleta de emoção, suspense, romance, erotismo, comédia e tudo que uma boa trama deve ter. Essa série é uma das minhas favoritas. Com temática BDSM, a autora conseguiu transmitir um pouco desse estilo de vida. Mesmo com termos que são desconhecidos ela consegue introduzir seu significado para que o leitor siga compreendendo sem deixá- lo confuso.
“E ela ficou como estátua ao se dar conta de que Lion estava cumprindo sua promessa “Quando você chorar eu vou beber suas lágrimas”
Gosto muito de como as cenas são escritas e seguem seu curso sem muita enrolação. Uma leitura intensa (li bem devagar pra não acabar logo kkkk). E o que comentar dos personagens que são fantásticos, mas o principal casal aqui é Lion e Cléo. Como ambos são agentes, vemos como tem uma determinação e uma paixão intensa (e põe intensa nisso). Os dois são uma explosão de sensualidade nesse livro. Construção de enredo e personagens perfeitos, o que faz você querer ler e ler até não sobrar mais página alguma. Esse livro desperta os mais variados sentimentos.
"Reza a lenda que as almas que se pertenciam estavam destinadas a se submeter uma à outra para encontrarem a verdadeira liberdade."
A capa traz um mistério e isso me induziu também a ler (fora os comentários dos colegas: "você tem que ler esse livro, você ai amar"). Diagramação está ótima, não me recordo de ter visto algum erro e se tiver não me afetou em nada. Deixo aqui um aviso pra quem não curte ler livros hot com esse tipo de temática. Para os que gostam sugiro desesperadamente que leiam e tirem suas próprias conclusões e tenha uma boa leitura.

Sobre a autora: 


Lena Valenti nasceu em Barcelona em novembro de 1979. Leitora assídua, principalmente de romances, escreve desde que se conhece por gente. Trabalhou como assessora de imprensa da livraria Casa del Libro e, graças à sua saga Vanir – cujo sucesso atravessou fronteiras e chegou a diversos países europeus e americanos –, elevou-se ao posto de uma das escritoras mais reconhecidas e aclamadas de romances da atualidade nos gêneros erótico e sobrenatural. Tornou-se famosa também por causa da série Amos e Masmorras, que conta com oito volumes até o momento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário