Resenha: Agridoce (Sabores do Sangue #1) - Simone O. Marques

09 setembro 2019


Edição: 3
Editora: Ler Editorial
ISBN: 9788568925973
Ano: 2019
Páginas: 304
Compre AQUI

E-book cedido em parceria com a editora
Sinopse: Anya sempre acreditou que carregava uma doença de pele que a impedia de sair ao Sol. Conformada em viver à sombra, ela vê sua vida mudar depois que cruza o caminho de um desconhecido na praia. Irresistivelmente atraída por seu cheiro e surpreendendo a si mesma, ela o ataca... e o morde. Então, descobre que sua doença vai além de viver longe do Sol, ela precisará se alimentar de sangue se quiser sobreviver.




Como eu amo fantasia!!!
Fazia um bom tempo que eu não pegava um livro com essa temática para ler, fazia mais tempo ainda que eu não lia um livro onde os personagens fosse vampiros!
SIMMMM!!!! Me julguem, mas eu AMO esses seres! Agridoce estava na minha lista de desejados a muitos anos. Desde sua primeira edição e, foi com uma enorme ansiedade que recebi esse livro em parceria com a editora para resenha aqui no blog.

Agridoce conta a história de Anya, uma jovem tímida e nerd de 20 anos que possui uma doença genética que a impede de sair no sol. Anya faz faculdade de Gastronomia, pois adora os cheiros e sabores que as misturas de ingredientes podem proporcionar.
Com a perda de sua mãe ainda quando criança, Anya vive com o pai, Edgar, que dá aulas na universidade que Anya estuda. Edgar é um pai carinhoso e sempre fez de um tudo para proteger Anya, mas ambos não estavam prontos para o que viria a seguir.
❝Eu... vou ter que chupar o sangue das pessoas? É isso que está me dizendo, Montéquio?... Não posso fazer isso! É monstruoso.❞
Anya é uma portadora do vírus do vampirismo, que despertou nela por causa de um Mensageiro, um Portador que tem um único objetivo: Despertar outros Portadores. Não vou contar para vocês como esse "despertar" acontece, porque eu adorei ler e sentir junto com Anya tudo o que acontecia, e acredito que vocês também vão adorar cada segundo dessa descoberta.

Já li outros títulos da autora e confesso que estou apaixonada pelo mundo vampírico que ela criou. No mundo de "Sabores do Sangue", Portadores são os humanos que possuem o vírus do vampirismo, além de beber sangue, eles possuem habilidades/poderes únicos. Mensageiros são Portadores que servem para despertar o vírus nos Portadores; Antagonistas são humanos que despertam junto com os Portadores, eles são os caçadores, despertam exclusivamente para matar o Portador do vírus, também possuem algumas habilidades que servem para encontrar o Portador que devem matar. E o Escravo, que também é humano e desperta junto com o Portador, mas é sua fonte inesgotável de sangue, seu doador. O Escravo se adapta ao estilo de vida do Portador. Também possui poderes, principalmente de persuasão. O Escravo não consegue viver/ter outra vida que não seja ao lado de seu Portador.
Há outros títulos também , mas esses são os principais. Sabendo disso, você já pode imaginar como a vida de Anya vai mudar neh? Um Caçador e um Escravo. Ambos lindos de morrer. Um tutor pra lá de sensual, um Mensageiro com um cheiro Agridoce irresistível.... aff... quero viver nesse mundo, faz o favor? <3
São muitos personagens, não vou detalhar todos aqui porque eu adorei ir descobrindo o que cada um era na trama. Como não li nenhuma resenha antes de iniciar a leitura, eu só sabia que se tratava de uma fantasia envolvendo vampiros e isso foi maravilhoso! Saber o que cada um representava para Anya, como ela os via, como eles a viam... tudo foi intenso e promissor. A história de Simone conseguiu me prender e entreter! <3
❝O sangue agia como um imã, atraindo o Escravo para o portador independente de sua vontade. Um Escravo sempre sabia o que oferecer...❞
Infelizmente nem tudo são flores: Gostei muito do enredo, da história, da ambientação, do cuidado em amarrar todos os pontos, de descrever cada personagem, de explicar minuciosamente cada detalhe para o leitor não ficar perdido e entender tudo, mas também não gostei de como Anya era tratada por todos os homens ao seu redor - do cuidado excessivo em torno dela.
Ok! Anya cresceu protegida pelo pai, mas com 20 anos ela já poderia, pelo menos, ter arrumado uma paquera, certo? Errado. Anya nunca havia sido beijada. A proteção em torno dela chegava a me sufocar, mas, por incrível que pareça, para ela sempre foi normal. Durante o capítulo final, entendi - pelo menos um pouco - o porque de toda essa proteção, Anya é especial e quando o leitor junta as fichas, fica quase impossível não desejar, desesperadamente, o segundo livro!

Como um todo, eu posso dizer que amei demais esse livro. A leitura é gostosa, com pequenos traços de humor e muito suspense e mistério. Por enquanto, não há romance definido e eu amo isso porque posso criar minhas teorias malucas e desejar que se tornem realidade.
A nova edição pela Ler Editorial está linda demais. Ainda não vi o livro físico, mas to encantada com essa capa e claro, vou querer o físico na minha estante!
Enfim, acho que deu pra perceber como gostei neh? Então não perde tempo e compra o seu agora mesmo! Tenho certeza que você vai se surpreender!
❝Estava ali o sabor que tanto procurava, o doce sangue que a fazia pensar em frutas flambadas, temperado com o sal da água do mar, a perfeição...o sabor agridoce...❞


Sobre a autora:




Formada em Pedagogia e Mestre em Educação, escreve desde 2007, deixou de lecionar para se dedicar à escrita de ficção e fantasia. Tem vários livros e contos publicados.







Nenhum comentário:

Postar um comentário