Resenha: A Profecia de Mídria (Os Mistérios de Warthia #1) - Denise Flaiban

17 julho 2018

Edição: 2
Editora: Mundo Uno
ISBN: B00WC1H03A
Ano: 2016
Páginas: 304


Livro cedido em parceria com a editora
Sinopse: SERAFINE DELAY ERA UMA GAROTA COMUM... À sua maneira.
Sua vida na sossegada Vila do Sol muda de repente na noite em que sua décima oitava primavera era festejada. Um ataque força a jovem a fugir desesperadamente de monstros sanguinários e imbatíveis. Por algum motivo insano, tais criaturas queriam sequestrá-la!
Serafine mergulha no universo mágico de Warthia e começa a entender a ligação entre os desenhos que marcam seu corpo e a História daquele mundo... E descobre-se numa surpreendente situação: seu destino está traçado. Uma antiga profecia clama por seu espírito. Uma difícil jornada deve começar.
Na companhia de um belo e rude espadachim, uma simpática garota de orelhas pontudas e um felpudo guerreiro belicoso, Serafine ingressará numa viagem de perigos desconhecidos, treinando para derrotar aquela que vem das Trevas para tudo devastar.
Os Mistérios de Warthia devem ser desvendados, e Serafine é a única capaz de fazê-lo.



A Profecia de Mídria está aqui em casa esperando para ser lido a tanto tempo, que até parei de contar. Tenho as duas edições: a da Novo Século e a da Mundo Uno Editora. Como conheço o péssimo trabalho da primeira, embarquei nessa aventura com a edição linda e maravilhosa da Mundo Uno e confesso - não me arrependi.
"– Você sabe que é especial, minha cara, mas não tem ideia do quanto. Livros já falavam sobre você muito antes que você nascesse..."
É muito difícil falar de um livro sem dar spoilers da obra, este livro é considerado o "queridinho" dos leitores que gostam de fantasia, e não é por menos. Denise tem uma escrita ágil e versátil, sua narrativa é constante e detalhada, não deixando espaço para o leitor se sentir enfadado.
Mas, acredito que minha leitura deste livro tenha vindo em um momento errado. Não consegui me ligar aos personagens e o querido Jarek não me despertou nenhum sentimento que valha a pena mencionar. É um personagem inteligente e astuto, que tem resposta para tudo e não deixa que se aproximem dele. Clichê? Não sei... conheceremos pouco sobre ele neste volume, aguardemos o próximo! rs
Serafine me irritou por diversas vezes, fiquei furiosa com ela por ir seguindo as ordens de pessoas que ela não conhecia e que nunca lhe diziam nada do que estava acontecendo. Mesmo assim, consegui definir sua evolução. Serafine cresce a olhos vistos durante a história, e creio que será uma personagem incrível nos próximos livros.

Fora isso, gostei do mundo criado pela autora, é diversificado e cheio de seres diferentes: vamos encontrar sereias, lobisomens, centauros, elfos, humanos e tantos outros vivendo em um mesmo mundo. A Profecia de Mídria é o primeiro livro da série e, acredito eu, tenha sido um dos motivos pelo qual me demorei tanto na leitura - entre acompanhar as aventuras de Serafine e sua trupe, e ir descobrindo os mistérios desse mundo novo, o leitor se encanta e a leitura pode ser mais lenta para melhor entendimento.
" O Tempo deixa marcas , ainda mais quando você percebe que o mundo não é cheio de bondade e de pessoas que querem o seu bem. Ha sombra por todos os lados .''
Outro ponto positivo para mim é a falta de romance explícito na história. O leitor sabe que está rolando algo entre os personagens, mas isso não é o ponto forte da história - a Profecia, o aprendizado de Serafine são, e o foco é todo voltado para isso. Esse modo de criar me fascina e nos mostra que um bom livro não precisa de casais melosos para encantar o leitor. O enredo todo é cheio de ação e mistérios o que nutre a curiosidade do leitor até o virar da última página.

A narrativa é em terceira pessoa, o que nessa história, encaixou-se perfeitamente. A edição da Mundo Uno editora está maravilhosa; capa condizente com o enredo, letras em tamanho confortável para a leitura, bom espaçamento e detalhes nos capítulos que remetem aos símbolos no corpo de Serafine. Não encontrei erros de revisão que prejudiquem a leitura.
“O contraste que aquela aparência proporcionava às suas ações era um fato notável. Serafine conseguia ser tão bela quanto assustadora e misteriosa. E os mistérios que cercavam a garota iam além do seu olhar.”
Do mais, indico sim a leitura e estou bem curiosa para conferir o próximo livro. Serafine promete se tornar uma incrível guerreira.



Sobre a autora:





Estudante de História com pretensões de se tornar a próxima Indiana Jones. Seu superpoder seria recitar todas as falas de Friends de trás para frente; tem PhD na série. É fangirl nas horas vagas, Mestre Jedi o tempo todo. Ah, e escreve alguns livros de vez em quando.