Resenha: A Chegada da Nova Era (Fortaleza Negra #1) - Kel Costa

05 junho 2018

Edição: 2
Editora: Ler Editorial
ISBN: 9788568925355
Ano: 2016
Páginas: 464

Livro cedido em parceria com a editora
Sinopse: Não tema! Não se entregue! Resista! O que aconteceria se a humanidade ficasse no meio de uma guerra sem precedentes entre criaturas poderosas, de duas espécies predadoras e extremamente perigosas?
Em um mundo completamente diferente de tudo que conhecemos até então, começa a aventura de uma adolescente rebelde e atrevida, que enfrentará os mais temidos vampiros e seres mitológicos, para conquistar uma posição de respeito, graças à sua força e coragem.
"Fortaleza Negra não é apenas mais um livro de vampiros. Kel Costa conseguiu reunir todos os ingredientes necessários para criar uma história que você pega e não consegue largar. Personagens cativantes, uma mocinha não convencional, vampiros que amamos odiar e que parecem pertencer ao nosso cotidiano, mesmo sendo fantásticos. Ainda bem que Kel não os guardou em apenas um volume, mas há mais dois para que possamos conviver com eles por mais tempo. Pena que não são eternos. Ou são?"
Graciela Mayrink - autora de: Até eu te encontrar, A namorada do meu amigo, Quando o vento sumiu e O livro delas



Sou grande fã de vampiros. São meus seres preferidos em se tratando de fantasia então, assim que eu pude solicitar algum livro em parceria com a editora, não hesitei e pedi logo Fortaleza Negra, tanto por se tratar de uma fantasia vampírica, quanto pela classificação no Skoob que é ótima.
Assim, comecei a leitura deste livro; cheia de expectativas, ansiosa e doida de vontade de me apaixonar por mais um vampiro... só que não. rsrsrsrsrs Sim, não me apaixonei, mas amei a história e te digo o porque:

Fortaleza Negra conta a história de Sasha, uma adolescente de 17 anos que está de mudança para Russia. Na atualidade do livro, seres mitológicos - centauros e minotauros - pretendem exterminar a raça humana que para eles nada mais é que alimento. Assim, os pais de Sasha só veem uma saída: ir morar na fortaleza dos Vampiros. Os vampiros são a única ameaça aos mitológicos e estar perto deles é a salvação e segurança que a família necessita, mas até que ponto? 
"A Fortaleza Negra era o meu destino. Uma cidade cercada por imensos muros, construída pelos próprios Mestres quando passaram a governar. O curioso era que ficava na Rússia, o terceiro colocado na lista dos países com os mais altos índices de ataques mitológicos. No entanto, a Fortaleza era conhecida por ser impenetrável, o único lugar onde se podia viver em paz e segurança, a salvo dos temidos monstros. Além disso, os vampiros mais poderosos residiam lá: os chamados Mestres."
Sasha é a típica adolescente rebelde e respondona. Ela é realista sabe? Mesmo com todos os mimimis que ela faz, há verdade em seus atos. Claro que, eu como adulta, ficava irritada com algumas de suas burradas, mas quem nunca? rsrsrsrsrs Não foi difícil se colocar no lugar dela, imaginar a mudança de país, de escola, novas amizades e claro, um vampirão centenário que parece estar muito afim dela!

Além desse mundo (pós apocalíptico?) criado pela autora, Kel também retrata bastante a rotina dos personagens, claro que tem ação e aventura, mas não o tempo todo. Gostei muito disso, pois é o tipo de livro no qual a personagem vai descobrindo o mundo novo junto com o leitor: Sasha já sabia da existência dos vampiros e dos mitológicos e o que aconteceu quando eles se revelaram aos humanos, então o começo do livro é a parte em que a autora nos coloca a par do passado antes de iniciar a aventura de Sasha, por isso não se desespere! Persevere na leitura que vc não vai se arrepender.
"Aleksandra não tinha a menor noção do quanto me perturbava cada vez que se mostrava cada vez que se mostrava vulnerável diante de mim. A atração que ela sentia estava escrito em letras vermelhas na sua testa, e aquilo era como uma isca para um animal faminto."
Outro ponto positivo do enredo são os paradigmas que a autora quebra: Sasha tem uma autoestima elevada e não se deixa abalar pelos apelidos que leva. A família de Sasha, seus pais e irmão, são incríveis. Sua mãe, Irina, é uma das personagens mais incríveis que tive o prazer de conhecer. Pareceu-me que a autora me deixou entrar na vida deles, sabe? Virei melhor amiga, alguém da família e isso me deixou muito feliz. Adoro qdo um livro consegue me entreter a esse ponto. 

Esses foram os pontos que eu mais gostei no livro, como sou um tanto avessa a romances, não consegui soltar suspiros por esse romance, tenho algumas ressalvas, mas só posso dizê-las a quem já leu o livro, pois seriam spoilers! rsrsrsrs
Mas, para qualquer pessoa que goste de romance, tenho certeza que vai se encantar e suspirar por Sasha e seu vampirão! rsrsrsrsr 
"- A senhora está toda derretida e suspirando por ele! O que mais eu pensaria? - Por via das dúvidas, arranquei o pano de prato da mão dela.
- Não estou pensando nele dessa forma. Só achei que ele foi muito elegante e educado. Além do mais, cuidou de você. Olha só como sua pele está incrível!
Se ela soubesse o que o Mestre elegante e educado tinha em mente para mim, sua opinião sobre ele sofreria uma guinada de 180 graus... Engoli grandes garfadas de panqueca para me ver logo livre daquela conversa estranha. Minha mãe falando de Mikhail daquela forma era tenebroso." 
A narrativa é em primeira pessoa, pelo ponto de vista de Sasha e ajuda muito a nos posicionar durante a leitura. Alguns capítulos são sob o ponto de vista de Mikhail, um dos vampiros mestre e também de Kurt, amigo de Sasha. Os capítulos de Mikhail são os quais que mais de deixaram afoita. O vampiro tem mais de quatrocentos anos, então não espere que ele seja tão inocente qdo Sasha. Aliás, há cenas bem eróticas que chegaram a me tirar o folego! rsrsrsrs
O trabalho da editora com diagramação e revisão também estão muito bons, encontrei poucos erros e o que me incomodou um pouco foi a troca de narrativa de primeira para terceira pessoa. A capa também está muito bonita e chamativa, condiz com o enredo apresentado e trás aquela alusão a fantasia.

Do mais, só posso indicar. Deixando de lado o romance que para mim não é atrativo em livros de fantasia, gostei muito de conhecer esse mundo novo criado pela autora e estou bem ansiosa para conferir o próximo volume. Embarque de cabeça, tenho certeza que você vai gostar!

Sobre a autora: 


Kel Costa é uma carioca que descobriu que queria escrever para os outros lerem, durante a faculdade de Interpretação Cênica, onde precisou criar algumas esquetes.
Em 2008, com o pseudônimo K®, resolveu escrever fanfics de Crepúsculo e ambientá-las em universos totalmente diferentes do utilizado no livro. Sua primeira fanfic postada no orkut foi a The Cullen’s Secret e o sucesso foi tanto que em pouco tempo o tópico se tornou o maior e mais comentado da comunidade. A interação e a troca de carinhos com os leitores aumentou e eles ganharam o apelido de calos fofos, que ela usa até hoje. Até 2013, Kel Costa alcançou o número de 38 fanfics (algumas finalizadas).
Atualmente, é autora da trilogia Fortaleza Negra (relançada pela Ler Editorial) e demais romances que serão publicados ainda em 2017.