Resenha: Dois a Dois - Nicholas Sparks

27 setembro 2017

Edição: 1
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580417012
Ano: 2017
Páginas: 512
Tradutor: Fernanda Abreu

Sinopse: Com uma carreira bem-sucedida, uma linda esposa e uma adorável filha de 6 anos, Russell Green tem uma vida de dar inveja. Ele está tão certo de que essa paz reinará para sempre que não percebe quando a situação começa a sair dos trilhos.
Em questão de meses, Russ perde o emprego e a confiança da esposa, que se afasta dele e se vê obrigada a voltar a trabalhar. Precisando lutar para se adaptar a uma nova realidade, ele se desdobra para cuidar da filhinha, London, e começa a reinventar a vida profissional e afetiva – e a se abrir para antigas e novas emoções.
Lançando-se nesse universo desconhecido, Russ embarca com London numa jornada ao mesmo tempo assustadora e gratificante, que testará suas habilidades e seu equilíbrio emocional além do que ele poderia ter imaginado.
Em Dois a dois, Nicholas Sparks conta a história de um homem que precisa se redescobrir e buscar qualidades que nem desconfiava possuir para lutar pelo que é mais importante na vida: aqueles que amamos.


Dois a Dois conta a história de Russ, um marido apaixonado, romântico, ótimo pai que vê sua vida profissional virar de cabeça para baixo quanto perde o emprego. Junto com o emprego, a confiança de sua esposa, Vivian, também se esvai, pois a mesma sempre teve tudo o que queria e agora com o marido desempregado, os cortes são necessários e Vivian não aceita isso. Assim, ela sai de casa para trabalhar, deixando Russ e London na companhia um do outro.
"Em dezembro de 2014, um mês antes do que seria o ano mais terrível da minha vida, estávamos nos preparando para a festa de Natal no escritório da agência. Quando expressei minha preocupação sobre a situação, ela deu um suspiro irritado.
- Supere isso.
Eu lhe dei as costas me perguntando por que minha mulher parecia dar tão pouca importância aos meus sentimentos."
Vivian me causou repulsa durante boa parte do livro. Mimada e egoísta, duvidei durante toda a leitura de seu amor por London. Russ também me deixou brava durante a leitura: um ótimo homem, mas bem tapado em se tratando do próprio casamento.
Nesse contexto, vamos acompanhar Russ e London em uma jornada de descobrimento e aceitação. Vamos nos emocionar e desejar um final feliz para todos os envolvidos (menos para Vivian).

Nicholas Sparks aborda o enredo com maestria e desenvoltura de quem é pai e sabe como é difícil criar os filhos. Não obstante em criar um relacionamento real entre Russ e London, o autor nos presenteia com o amor e amizade existente na família de Russ: seus pais e sua irmã mais velha, Marge, são incríveis e torna a história mais leve e divertida.
Não posso deixar de comentar sobre Liz e Emilly que também abrilhantaram o enredo com suas frases e aconselhamentos para com Russ.
"Minha menininha estava crescendo, lenta mas decididamente, e por algum motivo isso fez meu coração doer em lugares que eu nem sabia existirem."
Entretanto, confesso que as reclamações iniciais de Russ fizeram minha leitura desanimar um pouco, só não se tornou enfadonha por causa dos personagens secundários.
Mesmo assim, não posso deixar de dizer que este é um dos melhores livros do autor. Mais do mesmo? Pode até ser. Mas acredito que, Nicholas Sparks sabe a medida certa para nos emocionar e nos dar lições valiosíssimas com suas histórias.
Em Dois a Dois não poderia ser diferente: Russ e London, pai e filha, dois a dois. Uma história de redescobrimento, aceitação, amor, família, amizade. Uma história que encanta e fascina.

A narrativa é em primeira pessoa, pelo ponto de vista de Russ. Ele nos conta sua história, alternando entre passado e presente. Essa capa é maravilhosa! Condiz com uma das cenas mais lindas do livro. A edição da Editora Arqueiro está perfeita: boa diagramação, com letras em tamanho confortável para a leitura e bom espaçamento. Não encontrei erros de revisão.
"Quando me levantei para espiar a frente da casa pelas cortinas, vi meu pai, o homem mais forte que eu já conhecera, sentado no banco do motorista do seu carro com a cabeça abaixada e os ombros a sacudir."
Do mais, só posso indicar. Tenho certeza que o livro agradará tanto os jovens quanto os adultos.


Avaliação: 



Sobre o autor:



Nicholas Sparks nasceu em 1965 em Omaha, Nebraska. Cresceu em Fair Oaks na Califórnia e vive actualmente na Carolina do Norte com a família. Foi durante algum tempo delegado de informação médica até que Theresa Park, agente literária, decidiu começar a representá-lo, vendendo os direitos do seu primeiro romance O Diário de uma Paixão (The Notebook) à Warner Books. O sucesso foi imediato e a obra permaneceu durante 56 semanas consecutivas nos tops americanos. Seguiram-se livros como As Palavras que Nunca te Direi (Message in a Bottle) e Um amor para recordar (A Walk to Remember), Corações em Silêncio (The Rescue) também eles sucessos editoriais de grandes proporções, tendo o primeiro sido adaptado para versão cinematográfica pelo próprio autor.