Li até a página 100 e...

02 julho 2017


Oi, meu povinho lindo!! Peguei certo apreço por esta coluna, como vocês podem constatar, nos últimos meses ela vem aparecendo com frequência, não é mesmo!? Mas fazer o que, eu não consigo me aguentar e sempre preciso desabafar. Simplesmente não dá para colocar tudo na resenha!! HAHAHA
Hoje vamos falar de livro nacional, e daqueles que ficam por anos parado na estante, sem que se considere a leitura, e quando pega, não desgruda de modo algum!! Acho que todo mundo já passou por isso, não é mesmo??


Aos 19 anos, Duda é literalmente viciada na saga Crepúsculo. Já perdeu a conta de quantas vezes leu os livros da série e assistiu aos filmes. Através de um perfil secreto na internet, ela se comunica com outras fãs do Crepúsculo que, assim como ela, estão totalmente convencidas de que não há garoto no mundo que valha um dente canino do vampiro Edward Cullen.
Sua obsessão ganha fôlego com uma temporada de estudos em Nova York, onde ela faz planos mirabolantes para conhecer pessoalmente Robert Pattinson, o ator que interpreta o vampiro nos cinemas. Mas, após um incidente com seus únicos (e insubstituíveis!) livros da saga, Duda entra em verdadeiro surto de desespero. Percebe, então, que uma mudança radical em seu comportamento “crepuscólico” é mais do que urgente.
O que ela não esperava era conhecer Miguel Defilippo, seu vizinho na ilha de Manhattan, que é a cara do ator Robert Pattinson! Apaixonante, lindo, rico, misterioso e ambíguo, Miguel acaba se tornando um desejo mais inacessível para Duda do que o próprio astro de Hollywood.
Uma história cheia de humor, aventuras e reviravoltas, para você chorar de rir!

Primeira frase da página 100:
"De repente lembro-me da alucinação com uma clareza mais do que necessária: Robert Pattinson na soleira da porta do vizinho."

Do que se trata o livro:
Duda é uma viciada na saga Crepúsculo, do tipo alucinada mesmo, que não consegue mais sair com outros caras, pois compara todos eles ao Edward Cullen. Certo dia elas resolvem trancar a faculdade e partir para uma temporada nos EUA de seis meses para aperfeiçoar o inglês ( no caso de Duda, aprender tudo, pq ela não sabe absolutamente nada), e ela já vai com as ideias na cabeça de que talvez encontre o Robert  por lá, no lançamento de seu próximo filme. Só que a coisa muda completamente de figura quando ela conhece o vizinho do apartamento ao lado. O cara é sósia perfeito de ninguém menos que: Robert Pattinson e ainda por sina, dirige um volvo prata igualzinho ao do Edward.
Nem preciso falar que a garota fica completamente obcecada pelo vizinho. É muito engraçado.

O que está achando até agora:
Hilario! O livro tem quase 500 paginas e em dois dias eu já li quase a metade.

O que está achando do protagonista:
Ela consegue ser mais estabanada que a própria Bella Swan. A guria é uma figura. Um tanto irritante, mas mesmo assim, super engraçada.

Vai continuar lendo:
Claro! Vos escrevo aqui já passando da pagina 200!!

Melhor quote até agora:
"Como eu me detesto...Nem Delirando! Nem delirando consigo ser um pouco menos patética. Será que me custava pelo menos fantasiar com o Robert Pattinson verdadeiro? Em vez desse...Robert Pattinson Paraguaio de tatuagem no braço,sotaque americano e músculos aparentes? Tudo bem. Tenho de admitir que esse vulto sentado do outro lado da cama é indescritivelmente deslumbrante, o homem mais lindo que meus olhos já viram (é uma pena que vá esmaecer e sumir no espaço a qualquer instante). Mesmo assim...É pirataria pura."
Última frase da página 100: 
" A menos, claro, que enfermeiros agora tenham adotado toalhas brancas presas abaixo da cintura como uniforme de trabalho em vez de jalecos (o peitoral nu)..."

Gente, logo tem a resenha completa por aqui. Eu estou gostando bastante da leitura, até então!