Resenha: Os Filhos da Tempestade #1 - Rodrigo de Oliveira

11 maio 2017


Edição: 1
Editora: Editora Planeta
ISBN: 9788542209952
Ano: 2017
Páginas: 336

Compre na pré-venda: Saraiva / Livraria Cultura

Livro prova recebido da Editora para resenha
Sinopse: Uma aventura surpreendente, em um dos lugares mais misteriosos da terra. Um grupo de jovens deixa o Rio de Janeiro com destino aos Estados Unidos. O que seria apenas uma viagem de uma turma do conservatório de música acaba ganhando os contornos de uma tragédia: ao sobrevoar a misteriosa região do Triângulo das Bermudas, o avião é atingido por uma violenta tempestade e cai no mar. Os sobreviventes agora se veem presos numa ilha deserta, perdendo o contato com o resto do mundo. Nesse lugar paradisíaco, habitado por uma força maligna ancestral e onde se esconde um terrível segredo envolvendo uma jovem bruxa do século XVII, os garotos precisarão lutar pela própria vida, superando grandes desafios e enfrentando seus piores medos. Rodrigo de Oliveira, autor da saga As crônicas dos mortos, traz em Filhos da tempestade uma história repleta de ação, suspense e terror, de conflitos e descobertas, envolvendo um improvável triângulo amoroso que desafia a própria morte.

"Alguma coisa na ilha parecia ter mudado a personalidade daqueles jovens. Eles já não eram aqueles adolescentes de classe média que tocavam instrumentos musicais e viajavam pela primeira vez sem os pais. Estavam destemidos, embrutecidos pela beleza selvagem daquele lugar."

Os Filhos da Tempestade é o novo romance sobrenatural do autor da série As Crônicas dos Mortos, Rodrigo de Oliveira.
Nem preciso dizer que eu estava doida para conferir o livro neh? Então, quando chegou o livro prova aqui, enviado pela Editora Planeta, me lancei nessa aventura esperando me descabelar por mais uma história do autor. Infelizmente, não me descabelei rsrsrsrs, mas gostei muito!
O livro já começa nos dando uma aula de história: 1697 é o ano. A Era Cristã impera. Cinco anos se passaram a pós o Julgamento das Bruxas de Salém. Neste contexto antigo, vamos conhecer Carol Smith, uma garota que está prestes a perder sua vida por ser identificada como uma bruxa.

Alguns anos depois, um grupo de adolescentes sofre um acidente aéreo no local onde é conhecido como Triângulo das Bermudas. Os sobreviventes são sugados por um redemoinho e vão parar em uma ilha misteriosa, conhecida como Ilha do Diabo.
Assim, a história segue e conhecemos alguns desses personagens que vão se tornar nossos amigos e inimigos. Tiago, o protagonista, tem apenas 14 anos quando chega à ilha e, apesar de sua idade, age como um adulto na maioria do tempo. Gostei muito disso, pois se tem algo que me irrita demais é mimimi de adolescente, ainda mais em livros! Não que Tiago seja maduro demais para a idade que tem, não! Ele precisa crescer e se impor, precisa ser forte, precisa ser um líder.

Rodrigo conseguiu, mais uma vez, me surpreender. Gostei muito da maneira que ele criou a história e de como ele foi moldando o suspense em torno da ilha. Não é um terror que te dá medo momentâneo, mas aquele terror que te faz pensar o tempo todo que o mal existe e está a espreita. Eu fiquei desesperada para saber o que iria acontecer a seguir, me senti presa junto com os personagens e me encantei pela ilha como eles.
A escrita do autor já é conhecida minha, pois já li todos os livros lançados da série As Crônicas dos Mortos, só que o diferencial desse livro é que é um livro com personagens adolescentes. Acredito que esse tenha sido o ponto que não me agradou por completo, apesar de, enquanto eu lia, não imaginar adolescentes, mas adultos vivendo na ilha.
A narrativa do autor segue em terceira pessoa, o que nos possibilita acompanhar todos os pontos de vista disponíveis na trama. Seus personagens são ativantes e gente, esse homem tem o dom de criar personagens odiosos e depois, transformá-los em "menos odiosos"! Todos, sem exceção, são importantes para a trama e quando o leitor percebe, o livro acabou e temos que aguardar a continuação.

A edição da Planeta está incrível. Recebi do autor a capa aberta e vou deixar abaixo para vocês verem o trabalho maravilhoso que a editora fez. A capa está linda e condizente com o enredo, vocês vão conhecer o Cyclops assim que embarcarem nessa aventura.
Do mais, só tenho a indicar! Não pense que, por se tratar de um livro com personagens adolescentes, o autor deixa de ser reconhecido por suas mortes sangrentas e seu estilo sobrenatural. Preparem-se para deixar a esperança para trás! A Ilha do Diabo espera por vocês!


Avaliação: 



Sobre o autor: 


O autor tem 40 anos, é casado e tem dois filhos. Reside em São José dos Campos, interior de São Paulo.
Rodrigo de Oliveira é técnico em publicidade e propaganda, cursou Publicidade na Universidade Metodista e é graduado em Gestão de Tecnologia da Informação pela Universidade Paulista.
Além de escritor também atua como Arquiteto de Sistemas Sênior em São Paulo e é certificado especialista em gerenciamento de projetos pelo Project Management Institute sediado na Filadélfia/Pensilvânia.