Resenha : Marcados Para Sempre - Helena Hunting

15 dezembro 2016

Edição: 1
Editora: Suma De Letras
ISBN: 9788556510006
Autor:  Helena Hunting
Serie: À Flor da Pele – Livro 2
Titilo original: Inked Armor
Ano: 2016
Páginas: 312
Tradutor: Thalita Uba.

Sinopse:
Depois de perder Tenley, o tatuador Hayden Stryker volta a ser atormentado por seu passado traumático, e suas noites são tumultuadas por pesadelos sobre a morte dos pais. A única maneira que encontra para ficar em paz é indo atrás da mulher que ama. Tenley acha que não merece uma segunda chance, mas precisa deixar de lado toda a culpa que sente, se quiser um futuro com Hayden. Apesar da intensa atração física, os dois têm que lutar para esquecer o passado e reconstruir sua relação, ainda tão frágil. Nesta continuação de À flor da pele, Hayden e Tenley precisam ultrapassar enormes barreiras emocionais e encontrar na vida o mesmo tipo de sintonia perfeita que têm na cama. Marcados para sempre é a emocionante história de dois jovens desesperados para dar e receber amor, mas com medo das marcas que esse tipo de sentimento pode deixar.
Resenha:
“O amor era isso: essa necessidade implacável e esmagadora de alguém que fazia todo o resto desaparecer.”
Em Marcados Para Sempre vamos continuar acompanhando Hayden e Tenley,  e compartilhando da carga emocional que envolve a vida de ambos.
No primeiro volume conhecemos um casal sofrido, marcado pela dor e pela perda, assim como assombrados pelos fantasmas do passado, mas, que mesmo com tudo isso, tentam tirar da vida o máximo de proveito possível.  Só que está situação vai mudar drasticamente.

Ao final do livro anterior, Tenley foi obrigada a enfrentar o seu passado, personificado como o seu ex cunhado, um homem cruel, sem escrúpulo ou sentimentos. O que deixou Hayden em uma situação complicada e instável, sem saber qual rumo o relacionamento entre eles iria tomar. Por isso, preparem-se: vamos ter um Hayden bem mais sombrio do que estamos acostumados.

O relacionamento do casal agora se vê em uma fase onde não existe mais segredos. Todas as mascaras caíram, todo o passado foi desnudado, de ambos os lados, e agora eles precisam aprender a lidar com a verdadeira pessoa que existe abaixo da superfície, a pessoa que vivia sufocada pelas paredes que criadas para manter as aparências.
"Incapaz de me conter, ergui o queixo de Tenley para ver seu rosto. Os medos dela se equivaliam aos meus. Eu queria que tudo voltasse a ser como era antes da partida, mas muitas coisas tinham acontecido. Precisávamos estabelecer um novo equilíbrio, e isso levaria tempo."
Marcados para Sempre se mostrou um livro bem mais profundo e intenso que o anterior. Então, em alguns momentos eles se torna um pouco cansativo, mas lembre-se que estamos lidando aqui com a mente humana e problemas psicológicos extremamente reais e tocante. É muito fácil se colocar no lugar dos protagonistas, apesar da bagagem emocional indizível de cada um deles, e se emocionar e sofrer junto. A autora vai nos levar para o cerne do drama particular de Hayden e Tenley, o livro deixa de ser apenas mais um YA sensual, como foi À Flor da Pele, e se torna um drama pesado, do inicio ao fim, totalmente angustiante.
Quando Tenley se vê obrigada a voltar para o seu passado, para enfrentar todos os (muitos) fantasmas do seu passado  deixando Hayden sem muitas explicações, é de cortar o coração e fazer o leitor se emocionar e sofrer junto com o casal.Como eu já falei, Helena Hunting nos trás emoções tão fortes e intensas e que é impossível o leitor não mergulhar de cabeça no drama vivido por aquele sofrido casal.
E assim como no primeiro volume, existe as tatuagens como plano de fundo. Hayden é tatuador e todo o seu relacionamento com Tenley começa por conta delas, mas aqui vamos descobrir que a tatuagem, tanto a aquele ele esta fazendo nela, quando as dele, são um lembrete permanente de algo que eles não querem esquecer, mas ao mesmo tempo uma válvula de escape e uma forma de punição para algo que eles se consideram responsável, já que assim como as lembranças, as tatuagens nunca vão desaparecer.

Eu particularmente sofri com os personagens, do inicio ao fim, principalmente com o Hayden. Este não é um livro que você vá encontrar aquele plot de tirar o folego. Não mesmo. Este é um livro sobre superação e crescimento, psicológico e emocional. Os momentos impactantes foram revelados logo no inicio, agora é só o desenrolar da trama,  o  “ e eles fizeram o melhor deu com o que tinham”, infelizmente, pois como nada vida, nada de conto de fadas.

Outro ponto positivo da obra é a escrita da autora, que mescla todo esse drama com o uma pitada de romance erótico, usando isso  em momentos chaves para amenizar toda a dor e intensidade dos personagens. Ela também trabalhou com maestria no desenvolvimento da personalidade de ambos os protagonistas, assim como diversos personagens secundários, que são ativos e contribuem para o desenvolvimento da trama. Sem contar na bagagem emocional e nos problemas psicológicos, e também problemas mais cotidianos como modificações corporais, drogas e preconceito.

O livro físico segue o padrão do anterior, com a narrativa em primeira pessoa e capítulos intercalados entre o ponto de vista de ambos os personagens. A diagramação é simples, mas de qualidade, com uma revisão impecável e fonte agradável para leitura.

Enfim, eu amei este livro do mesmo modo que o anterior. É sim um livro mais pesado, mas também mais humanizado. O foco é no romance e nos aspectos psicológicos, não se engane.

"Estávamos marcados um pelo outro. Ia muito além da tinta e da pele. ia diretamente na alma."
Sobre o autor:

Helena Hunting vive nos arredores de Toronto com sua família incrivelmente tolerante e dois gatos moderadamente intolerantes. Ela está usando a sua licenciatura em Literatura Inglesa para escrever bons romances eróticos contemporâneos.