Li até a página 100 e...

19 abril 2016


Oi gente!! Saudades dessa coluna? Eu estava, pois adoro contar um porquinho sobre a minha leitura atual e deixar vocês mais curiosos esperando a resenha!! Sou má. MUAHAHAHA
Então, vamos conhecer o livro que estou lendo atualmente, que é o primeiro de nossa nova parceria, com a Jangada, um dos selos do Grupo Editorial Pensamento.



Mason Starling é campeã de esgrima da equipe da Academia Gosforth, mas nunca teve de lutar por sua vida. Não até a noite em que uma violenta tempestade sobrenatural assola Manhattan, aprisionando Mason e seus colegas de equipe dentro da escola. Mason é atacada por criaturas horrendas, com forma vagamente humana, mais aterrorizantes que os trovões e raios, enquanto a tormenta traz para a vida dela um perigoso desconhecido: um jovem que não se recorda de nada além de seu nome - Fennrys, o Lobo.
A chegada desse garoto misterioso faz em pedaços o mundo de Mason, ao mesmo tempo que uma atração inegável surge entre eles. Juntos, eles tentam desvendar os segredos da identidade de Fenn, enquanto forças estranhas e sobrenaturais se adensam à volta deles.
Quando descobrem que a família de Mason, com sua obscura ligação com antigos deuses nórdicos, é a chave de todo o mistério, Fennrys e Mason subitamente se veem diante de um futuro catastrófico: o Ragnarök – ou o fim do mundo, como o conhecemos.
Primeira frase da página 100:
"Ela Estremeceu."

Do que se trata o livro:
É mitológico,sobre algumas lendas dos deuses nórdicos. Ainda não deu para entender bem a trama, não posso falar muito.

O que está achando até agora:
Legal, mas a narrativa é um pouco lenta! Está demorando pra pegar o ritmo.

O que está achando da protagonista:
Ela é ótima, do tipo que eu gosto, bem decidida e ativa!!

Vai continuar lendo:
Claro!!

Melhor quote até agora:
"- Muitos, muito mortos estão enterrados aqui. Isso torna este lugar seguro para uns. E não tão seguro para outros. - Virou-se para Fennrys, seus olhos como contas negras brilhantes num rosto formado por feições grosseiras  e disformes. - Qual dos dois tipos será que você é?"
Última frase da página 100: 
"Uma vingança adequada, brincou o pai de Mason quando ela lhe perguntou o porquê, e ela achou que devia ser mesmo, já que a arvore tinha destruído a bela e caríssima janela de Gunnar."


Em breve tem resenha. Aguardem!!!