Resenha: Mia, nas Entrelinhas

06 janeiro 2016


Edição: 1
Editora: Ler Editorial
ISBN: 9788568925096
Ano: 2015
Páginas: 88
Compre: Ler Editorial R$ 17,00 (autografado e acompanha marcador de página personalizado.)

Livro cedido em parceria com a editora
Sinopse: Como já dizia Rubem Alves: "Ah! Como as entrelinhas são importantes. É nelas que estão escritas as coisas que só a alma consegue entender!" E nas entrelinhas destas páginas o leitor encontrará muitas respostas.
Em uma leitura leve e despretensiosa, a autora nos faz refletir sobre temas como a vida, os sonhos, a fé e o amor.
Entrelinhas é uma obra para ser saboreada em cada detalhe, cada frase, com o coração e a alma da sensibilidade.





Mia, nas Entrelinhas é de leitura rápida, pois possui menos de 90 páginas, mas é melhor não ler tudo de uma vez para poder aproveitar e entender as reflexões.
Dividido entre poemas e crônicas, a autora descreve os acontecimentos e situações do seu ponto de vista, dividindo com os leitores suas experiências e sonhos.
“Ria se puder da miséria que é./ Olimpíadas, copa do mundo, tirem da rua os imundos. /Para que o turismo possa passar.../ Todos encantados com o que olhos podem ver / É dólar, é euro... Nem para mim nem pra você.”
Na maioria dos versos ela clama por mudanças, com uma ponta de revolta, principalmente em relação ao preconceito. E ao mesmo tempo tem bastante esperança nas linhas, ela demonstra a fé que tudo será resolvido.
Uma leitura interessante, que nos faz sair um pouco da rotina e refletir.

Gostei muito da narrativa poética e da edição: A capa é bonita, bem elaborada e feminina, com tons fortes que ao mesmo tempo é profundo e sensível. Páginas amarelas e letras em tamanho adequado, dão um toque a mais no livro, nos deixando a vontade enquanto lemos. Possui divisores de capítulos e boa diagramação. Parabéns para a editora Ler, eu ainda não havia lido nenhum livro dessa editora, gostei muito!
“ É preciso coragem para vencer! / É preciso aprender a dizer não! /Tem que ser forte, tem que ser do cão. / Não ter medo, não desanimar! / Mesmo que o mundo pareça desabar...”

Avaliação:


Sobre a autora:





Mia Malafaia nasceu no Rio de Janeiro, tem 43 anos, é jornalista, escritora e ativista sociocultural.
Autora do livro Cara de Leão, cuja temática trata da violência doméstica e do abuso sexual, temas que desenvolve há vinte anos em suas palestras, Mia também é acadêmica de várias entidades como a Academia Niteroiense de Belas Artes, a Febacla, a Literarte, a ESCBRÀS, o Núcleo Acadêmico de Letras e Artes de Buenos Aires e a Divine Academie Française des Arts Letres et Culture.