Resenha: Volúpia Livro 2 - Da Missão ao Amor - Jéssica Anitelli

18 julho 2015


Edição: 1
Editora: Amazon
ISBN: B010RP52MS
Ano: 2015
Páginas: 367

Adicione no Skoob
Compre AQUI - R$ 7,99

E-book cedido pela autora para resenha
Sinopse: Tudo estava certo, planejado, ele seria a sua última missão. O aviso foi dado: não se apaixone. Clara apenas riu, ela nunca se apaixonaria por um garoto de dezoito anos.
Contudo, as coisas começaram a mudar, e ela teve medo de se deixar levar, de falhar, de amá-lo de forma enlouquecedora.
Clara viverá em crise interna, em guerra contra seus sentimentos e deveres. Cada ação sua trará uma consequência irreversível.
Esta resenha não contém spoiler do livro anterior


Resenha:

Quando li o primeiro livro - Volúpia, Do Desejo ao Amor - não imaginava o que poderia encontrar naquelas páginas. Comecei o livro tendo a certeza de que era um livro hot, só isso. O que descobri durante a leitura, me deixou extasiada e maravilhada. Explico o porque: O primeiro livro é narrado em primeira pessoa por Enzo, o protagonista masculino. Além do enredo hot muito bem escrito e sem linguagem chula, encontrei também um toque sobrenatural que me deixou de boa aberta, pois, em momento nenhum, a autora deu pistas do que estava acontecendo. Fiquei nervosa, angustiada e muito curiosa. Quando finalmente as cartas foram reveladas, me senti totalmente entregue à trama e claro que queria muito, saber o que aconteceu pelo ponto de vista de Clara, a protagonista feminina.
"Samuel me estendeu um envelope branco que só naquela hora notara que ele o carregava. Abri-o e peguei uma folha e uma foto. Primeiro observei a fotografia, vendo um lindo rapaz loiro e de olhos tão azuis quanto o mar. Fascinante. Seus traços perfeitos ainda transitavam entre os de garoto e de homem adulto. Em seguida, li atentamente a descrição dos problemas dele na folha e os detalhes da minha missão. Após poucos segundos, recostei-me desanimada no sofá e falei, fitando os olhos brilhantes de Samuel:
— Ele é só uma criança, não acredito que terei de me envolver emocionalmente com ele... — esfreguei o rosto com as mãos."
Volúpia, Da Missão ao Amor vem para matar a curiosidade de todos que leram o primeiro livro. Neste volume, vamos saber o que aconteceu com Clara durante o tempo em que Enzo foi sua missão e também, para onde ela foi quando os anos passaram.

Mulher é mais sensível neh? Pois bem, Clara se abre para nós, começa aos pouquinhos, levando a sério sua missão de não se apaixonar e salvar Enzo das drogas, mas o que ela não sabia a princípio, era que, mesmo Enzo sendo um garoto de apenas 19 anos, ele a conquistaria como homem e amante, despertaria nela, sentimentos ha muito esquecidos. Agora, Clara precisa se desapegar, e o processo é doloroso, se ela não conseguir, todo o trabalho e dedicação que teve com Enzo pode ir por água a baixo. Enzo continua sendo o fofo que foi no primeiro livro e todos os momentos deles dois juntos, são incríveis e lindos de se ler.
"Fitei seus olhos azuis e me perdi neles. Eu me sentia diferente, talvez fosse o desapego dando o ar da sua graça. Ou talvez fosse só aquele amor arrebatador que nos ligava. Passei a mão em sua nuca e o trouxe para mais um beijo. Eu não desejava nunca mais me afastar de tais lábios, mas eu sabia ser impossível. O que seria dele sem mim? Será que realmente ficaria bem? Se sentiria amado? Não tentaria mais se matar? E o que seria de mim sem ele? Eu conseguiria desapegar?...
Para obter essas respostas, eu teria de deixar de amá-lo, e não sabia se aquilo seria possível."
Como eu disse, este livro é narrado em primeira pessoa por Clara, o que só não foi melhor porque como eu já havia lido pelo ponto de vista de Enzo, eu já sabia o que estava acontecendo, mesmo assim, foi maravilhoso conhecer os sentimentos dela, pois no primeiro livro, senti que ela estava um pouco fria e insensível, o que não é verdade, Clara sofreu tanto quanto Enzo. Também gostei muito de saber mais sobre Samuel, o protetor de Clara, mas fica aqui minha deixa para pedir a história dele completa para a autora, sei que será dolorido, mas queria muito saber mais! hehehehehehe

Como li em pdf, não vou falar muito sobre diagramação, só saliento que não encontrei erros de revisão. A leitura fluiu maravilhosamente bem, a escrita da Jessica é gostosa e bem jovem. As cenas de sexo são bem escritas e com muitos detalhes o que me deixou vermelha as vezes! hihihihihi
Agora que li este livro, posso dar nota máxima, pois ao contrário do primeiro livro, onde não entendia o porque das juras de amor eterno, agora entendo e agradeço a autora por essa oportunidade.
"Por mais que eu não estivesse no meu melhor estado psicológico, sorri e beijei Enzo como se nada tivesse acontecido. Porém, a imagem de Samuel e suas palavras não abandonavam minha mente. Eu tinha medo, muito medo. Não me via mais sem Enzo em minha vida, e o fato de ser arrancada de perto dele me fazia querer chorar sem parar."
Se você gosta do gênero, leia este livro, qualquer um dos dois, conta a mesma história, somente com pontos de vistas diferentes. E preciso dizer: chorei rios com algumas cenas no final do livro, e em uma em particular, a última, que me enche os olhos só de lembrar! Um livro lindo! Super recomendado!


Leia a resenha do primeiro livro, Volúpia - Do Desejo ao Amor aqui no blog, clique no título e deliciem-se!


Avaliação:


Sobre a autora:




Jéssica Anitelli é uma leitora voraz de fantasia, mas nos últimos tempos descobriu gostar de ler de tudo um pouco, variando entre os gêneros. Nasceu na cidade de Leme/SP em 1990 e atualmente mora em São José dos Campos/SP. É formada em Letras pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Escreve desde os 17 anos quando deu início aos primeiros capítulos da sua obra de estreia no mundo literário, O Punhal, uma história de vampiros dividida em quatro livros que tem como palco sua pequena cidade natal no interior de São Paulo. É também autora dos romances eróticos Volúpia, publicado pela Editora Literata, Notas de Luxúria e O Aroma da Sedução, lançados em versão digital pela Amazon.