Resenha: Para Sir Phillip, com Amor - Julia Quinn

25 junho 2015

Edição: 1
Editora: Arqueiro
Autor: Julia Quinn
ISBN: 9788580413625
Titulo Original: To Sir Phillip, with Love.
Ano: 2015
Páginas: 288
Tradutor: Cássia Zanon

Sinopse:
Eloise Bridgerton é uma jovem simpática e extrovertida, cuja forma preferida de comunicação sempre foram as cartas, nas quais sua personalidade se torna ainda mais cativante. Quando uma prima distante morre, ela decide escrever para o viúvo e oferecer as condolências.
Ao ser surpreendido por um gesto tão amável vindo de uma desconhecida, Sir Phillip resolve retribuir a atenção e responder. Assim, os dois começam uma instigante troca de correspondências. Ele logo descobre que Eloise, além de uma solteirona que nunca encontrou o par perfeito, é uma confidente de rara inteligência. E ela fica sabendo que Sir Phillip é um cavalheiro honrado que quer encontrar uma esposa para ajudá-lo na criação de seus dois filhos órfãos.
Após alguns meses, uma das cartas traz uma proposta peculiar: o que Eloise acharia de passar uma temporada com Sir Phillip para os dois se conhecerem melhor e, caso se deem bem, pensarem em se casar?
Ela aceita o convite, mas em pouco tempo eles se dão conta de que, ao vivo, não são bem como imaginaram. Ela é voluntariosa e não para de falar, e ele é temperamental e rude, com um comportamento bem diferente dos homens da alta sociedade londrina. Apesar disso, nos raros momentos em que Eloise fecha a boca, Phillip só pensa em beijá-la. E cada vez que ele sorri, o resto do mundo desaparece e ela só quer se jogar em seus braços.
Agora os dois precisam descobrir se, mesmo com todas as suas imperfeições, foram feitos um para o outro.

Os Bridgertons é uma serie escrita pela autora Júlia Quinn. Cada livro conta a trajetória de um dos oito irmãos. São livros independentes e fora de ordem cronológica, apesar de interligados. Quem quiser ler as resenhas já publicadas aqui no blog de "O Duque e Eu", historia da Daphne, "O Visconde que me Amava", historia do Anthony, "Um Perfeito Cavalheiro", que conta a historia do Benedict e "Os Segredos de Colin Bridgerton", é só clicar nos títulos.


Resenha:

Então, prometo de dedinho que não vou me prolongar muito nesta resenha. Afinal, não tenho mais o que falar sobre nossa queria Julia Quinn e sua magnifica escrita.

Em “Para Sir Phillip, Com Amor” vamos conhecer a historia de Eloise Bridgerton, que é a melhor amiga da protagonista do livro anterior, Penelope. Ambas acreditavam que ficariam solteiras e acabariam amigas para sempre rindo da sociedade londrina e seus costumes bizarros e as moças desesperadas por casamento. Mas, Colin e Penelope se acertaram e assim Eloise se viu sozinha, e como realmente uma solteirona e aquela sensação de liberdade que sentia quando ela e Penelope sonhavam juntas sobre o futuro das duas agora tem um gosto amargo e solitário.

  Eloise sempre foi a mais comunicativa entre os Bridgertons, e esse seu anseio em fazer amigos e conhecer pessoas inspira a garota a escrever cartas em todas as ocasiões possíveis, para qualquer pessoa que ela julgar estar precisando  receber felicitações ou até mesmo condolências, como é o caso de Sir. Phillip, que acaba de perder a esposa , que por coincidência, é uma prima distante da família Bridgerton.
 Quando a noticia do falecimento de Marina chega ao conhecimento de Eloise, ela decide prestar suas condolências ao viúvo  através de uma carta. Mas, algumas semanas após ela recebe a resposta, e assim se da uma amizade entre ela e Phillip, forte e inusitada, considerando as condições que se iniciou.
Entre uma carta e outra, uma proposta surge. Sir.Phillip, pai de dois filhos, propõe a Eloise uma estadia em sua casa no campo para que os dois possam se conhecer melhor, e quem sabe, um possível casamento entre eles. Inconformada com sua condição de solteirona, título auto imposto , e falta de pretendentes que realmente à interessem, Eloise decide aceitar a proposta de Phillip, e parte na calada da noite escondida de todos para encontrar o homem que ela nunca viu, mas que já sente uma ligação forte e irreal.
 Mas o que acontece quando uma garota com quatro irmãos foge de casa !? É isso que vamos descobrir.
"Eles se conheciam, sim. Tinham dito mais um ao outro através das correspondências do que muitos maridos e esposas durante todo um ano de casamento."
Então, apesar de esse não ser o meu livro favorito até agora, este é de longe o mais complexo e intenso,sem contar que estamos lidando com dois anti-heróis,  já que Eloise é uma solteirona (in)conformada e Phillip é um homem sofrido e com uma bagagem emocional bastante grande complexa. Nenhum dos dois faz o tipo mocinho e mocinha que normalmente encontramos.  Sir. Phillip é um personagem impar, totalmente fora do que estamos acostumados nos livros da Julia, já que todos os personagens até então, apesar de terem seus medos e anseios, mantinham a fachada socialmente aceitável, e isso é o que Philip não faz, ela não tentar ser gentil com todos ou seguir as regras impostas, ele é um homem do campo e dono de si. Outros dois personagens que contribuíram bastante para essa trama é o casal de filhos de Phillip, os diabinhos são fantásticos e fazem o leitor ter uma boa dose de gargalhadas, com certeza.  Já Eloise, ele é fantástica, como já prevíamos, visto o livro anterior, que ela é bem participativa.
Enfim, pessoal este livro, assim como os outros, é fantástico. Vamos ter essa historia um tanto quanto inusitada e meio descabida para época, mas totalmente realista no nosso dia a dia, onde pessoas se conhecem pela internet e marcam encontros as escuras.

O livro físico é lindo, mas isso não é novidade, que vem acompanhando a serie sabe que a editora Arqueiro é fantástica e trata a nossa serie amada com muito amor e respeito.
"E então, bem devagar, a mão dele cobriu a dela. A pele de Phillip era quente e áspera, e ele pressionou a mão dela contra o seu rosto, como se tentasse gravar o toque na memória. Então moveu a mão de Eloise para sua boca e beijou a palma, intensamente, quase com reverência, antes de deslizá-la até seu peito.Até seu coração pulsante."
Sobre o autor:


Julia Quinn começou a trabalhar em seu primeiro romance um mês depois de terminar a faculdade e nunca mais parou de escrever. Seus livros já atingiram a marca de 8 milhões de exemplares vendidos, sendo 3,5 milhões da serie Os Bridgertons.
É formada pelas universidades Harvard e Radcliffe. Seus livros já entraram na lista de mais vendidos do The new york times e foram traduzidos para 26 idiomas.
Foi a autora mais jovem a entrar para o Romance Writers of Americ's Hall of Fame, a Galeria da Fama dos Escritores Românticos dos Estados Unidos, e atualmente mora com a família no Noroeste Pacifico.