Resenha: Quando a Humanidade Prevalece - Série Adeus à Humanidade Livro 2 - Marcia Rubim

07 novembro 2014

Edição: 1
Editora: Literata
ISBN: 9788582700198
Ano: 2013
Páginas: 349
Adicione no "Orelha de Livro"
Compre AQUI - R$ 36,50
Sinopse: Em meio às inúmeras adaptações impostas pela nova condição da espécie, o casal Stephanie e Richard parece não se dar conta da ameaça maléfica que os ronda. E quando isso vem à tona, pode já ser tarde demais, mudando completamente o curso de suas vidas. Lendas. Ciúmes. Mentiras. Medo. No momento mais crucial, tudo se mistura. O mesmo amor que protege e inebria também tem o poder de mascarar a visão da realidade, provocando uma devastação em cascata de efeitos colaterais surpreendentes. Será que a lua de mel entre seres sobrenaturais é realmente eterna? Milagres acontecem mais de uma vez? Divirta-se. Sonhe. Emocione-se. Venha descobrir com o segundo livro da série Adeus à Humanidade do que o amor é capaz.
Resenha: 
"Somos mesmo capazes de enfrentar tudo por amor?"
Deus! Como esse subtítulo define totalmente o enredo deste livro! Que saudade eu estava de ler sobre esse casal que me conquistou e me deixou perdidamente apaixonada! Depois de muito esperar, finalmente consegui ler a continuação da Série Adeus à Humanidade, e agora, venho aqui surtar pra vcs e contar um pouco desta história maravilhosa!



Esta é a primeira série sobre vampiros que leio e que acompanha a vida de uma humana transformada. Stephanie optou por viver seu amor eternamente no primeiro livro, mas para quem pensa que tudo são flores... bem, esqueça! Richard e Stephanie ainda vão sofrer muito, mas também vão fazer o leitor sorrir, ficar tenso, odiar e finalmente chorar! Novos personagens são apresentados e juro, quis matar um deles! >.< Gente! Que homem irritante! Urgh!
"- Eu te amo, Stephanie. Amo mais do que tudo na vida. Não existe pessoa no mundo capaz de me fazer sentir o que sinto por você. Posso suportar qualquer coisa, qualquer dor, mas não sua ausência ou indiferença. Muito menos consigo acreditar que deixou de me amar assim, de um dia para o outro. Nós somos um só - ressaltou. - Estamos unidos de todas as formas possíveis e inimagináveis."



Dentro de um enredo já sem graça para muitos, Marcia Rubim consegue prender o leitor nesta série maravilhosa, trazendo muitas diferenças e um mocinho muito ciumento que nós não conseguimos odiar! Richard é a perfeição do perfeito (isso não tem lógica, eu sei). Seu amor por Stephanie rompe as barreiras do inimaginável, afeta a nós, e todos a volta! Stephanie está se adaptando a sua nova vida, seu amor por Richard também é sem igual, completo e puro. Quem, em sã consciência, abriria mão de sua vida como humana para se render a um amor eterno?
"O amor é o verdadeiro alimento que gera a vida. Sem ele, nenhuma semente germina, os galhos ressecam e as folhas caem. Porém, como uma raiz que se nega a morrer fincada no solo, se de paixão for regada e irradiada pelo calor da esperança, ela renascerá das profundezas e ganhará forças até florescer novamente, brotando seus frutos."

Difícil não comparar a "Crepúsculo", mas a história de Stephanie e Richard é mais complexa e altamente apaixonável. Richard em momento nenhum se parece com o protagonista do livro citado e Stephanie, é uma das minhas protagonistas preferias, ao contrário de Bella, que me deixou doida com seus mimimis. Neste volume, o amor dos dois será testado diante de um desafio maior. Lendas e mentiras serão contadas, deixando o leitor ávido por um final feliz. 
Stephanie é especial, juntos, ela e Richard podem transformar o impossível em possível. Juntos eles podem realizar um sonho a tanto esquecido e almejado.... juntos eles podem tudo!
"Dúvidas, interrogações, dor, culpa, angústia, desespero, vazio... Eram somente esses sentimentos que me corroíam o cérebro, doente de tanta saudade do meu amor."

A editora caprichou muito na edição: encontrei poucos erros de revisão, o que não prejudica a leitura. A capa é linda e a diagramação está de arrasar! Os capítulos são separados por números, com o símbolo do infinito mais claro ao fundo. Duas coisas me incomodaram - a distância da margem e algumas páginas no final estavam começando a se soltar. A narrativa é em primeira pessoa, pelo ponto de vista de Stephanie como no primeiro livro. Stephanie não mudou muito, mas amadureceu, seus pensamentos e atitudes são o que mais gosto. Adoro quando consigo ver o personagem na vida real, e Stephanie é uma personagem verdadeira. A escrita da autora é maravilhosa! Não tem como não se sentir completo ao ler um livro tão intenso! A história começa calma, engraçada e divertida, Stephanie me faz rir muito e Richard também, depois de 5 anos juntos, eles continuam suas brincadeiras e o amor parece só aumentar. Depois de uma lua de mel intensa e cheia de receios, eles voltam para sua casa no Brasil, mas os medos e receios continuam, até que o livro fica tão tenso, que eu não conseguia parar de ler, até o desfecho maravilhoso que deixou meus olhos marejados!



Completamente apaixonante, Quando a Humanidade Prevalece vai deixar o leitor doido pela continuação (O Despertar da Espécie). Super recomendado!
"Como conseguiria fazer uma coisa dessas? Como terminar com o meu casamento, se eu mesma não me sentia apta a viver um dia sequer longe dos seus braços? Mentir de forma tão cruel, quando jurei de pés juntos que jamais repetiria o erro? Suportar ver a dor nos olhos daquele que era a razão da minha vida e que precisava de mim tanto quanto eu dele?"

Acompanhe as resenhas da Série Adeus à Humanidade:



Editora Literata

Avaliação:



Sobre a autora:



Marcia Rubim é odontóloga e pós-graduada em odontogeriatria pela UFF, Niterói/RJ, sua cidade natal. Dotada de múltiplos talentos no campo artístico — como a pintura, o desenho e o canto —, sempre adorou ler romances e histórias sobrenaturais. A paixão pela escrita veio mais tarde, e tornou-se um verdadeiro vício. Adeus à Humanidade é o primeiro livro de uma série que Marcia deseja colocar na cabeceira de todos os amantes da boa leitura pelo mundo afora.