Resenha: A Gruta das Orquídeas - Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho - Espírito Antônio Carlos

08 julho 2014








Oi gente!
Antes de postar a resenha de hoje, quero apresentar a vcs a mais nova resenhista do blog: Graça Simplício. A Graça é minha amiga e mãe da Janaina que também é minha amiga! Adoramos ler e discutir sobre nossas leituras! Espero que vcs gostem das resenhas dela e comentem muito!
Por enquanto, a Graça vai resenhar livros das Editoras Petit e Butterfly. Nada fixo, mais como um free lance mesmo! Eu vou montar o post das resenhas dela, então, para diferenciá-lo, a Geeh fez uma imagem com a fotinha dela. Todas as resenhas escritas pela Graça, terão essa imagem ta!

Graça querida, seja bem vinda e obrigada por ter aceito o nosso convite! Bjo bjo^^






Edição: 2
Editora: Petit editora
ISBN: 9788572532136
Ano: 2013
Páginas: 416
Adicione no "Orelha de Livro"
Compre AQUI. - R$ 24,90


Livro cedido em parceria com a editora

Sinopse: Nico é um rico e influente fazendeiro, ameaçado por um grupo de criminosos suspeito de praticar magia negra. Preocupado com o neto e com outras crianças, contrata um detetive particular, a quem delega a missão de descobrir quem são os culpados dos crimes hediondos ocorridos na cidade. No decorrer das investigações, acontecimentos imprevisíveis se sucedem envolvendo Antônio Carlos e Mary, espíritos socorristas que vieram para ajudar a evitar novas tragédias. Afinal, quem são as estranhas criaturas que, em nome do mal, se reúnem às escondidas, na calada da noite, em lugar tão sinistro e misterioso? Abra o livro: acompanhe o Espírito Antônio Carlos até "A Gruta das Orquídeas" e descubra tudo o que o bem pode fazer para ajudar aqueles que sofrem o assédio das sombras... 

Resenha:  


“A benevolência é fruto do amor ao próximo. Temos que ser pacientes e a paciência, assim como o perdão, é caridade. E mais: Devemos perdoar aqueles que Deus colocou em nosso caminho”. (O Evangelho segundo o espiritismo, de Allan Kardec)

Misterioso e dramático.
A editora esta de parabéns, a capa esta linda. Uma das capas mais bonitas que já vi em um livro desse gênero, com alto relevo e destaque em verniz localizado, apesar de ter páginas brancas é de fácil leitura, pois as letras são de um tamanho maior. A diagramação é ótima. O conteúdo do livro em si não é tão simples de entender, pois se trata de um assunto ainda muito complexo e delicado.
Eu já li outros livros que abordam o mesmo assunto ditado pelo espírito Antonio Carlos, acredito que ele usa muitos personagens e falar sobre a vida de cada um no plano espiritual e no plano material, e talvez por este motivo faltou espaço ou tempo para falar sobre o significado dos termos espíritas, o que dificulta o entendimento da história. Assim como a autora, eu também recomendo para os leitores iniciantes o livro Nosso Lar (Andre Luiz/Chico Xavier) com abordagem mais simples.


A autora narra uma historia muito bonita e ao mesmo tempo triste, nos dias atuais em uma cidade do interior, onde pessoas gananciosas se unem para praticar crimes visando ganhos materiais através da magia negra. A Trama se desenvolve em torno de uma gruta misteriosa e com lindas orquídeas, em contraste com os vários eventos ruins que acontecem no local.
O personagem principal Sr. Nico um fazendeiro influente que se encontra em uma situação delicada após o assassinato de uma criança que aconteceu na gruta, cujo caso a policia não conseguiu solucionar, e devido a sua posição os moradores cobram dele uma solução, ao mesmo tempo ele começa a suspeitar que o mesmo possa acontecer com seu neto.


Passando a não confiar mais em ninguém e desperta para a necessidade de uma religião começando a frequentar um centro espírita. No decorrer na historia vemos mistérios e situações em que espíritos influenciam as pessoas a praticarem o mal e se confrontam com os espíritos do bem.
O espírito Antonio Carlos diz que todos somos filhos de Deus e se nos arrependermos sinceramente por qualquer ação praticada no passado e fizermos boas ações no presente, seremos perdoados e reencarnaremos num plano espiritual mais elevado. As partes que mais me tocaram nesse livro foram:
Sobre o amor real (amor entre almas) e o amor materno.
O amor entre almas é entre Sr. Nico e sua esposa, que mesmo após sua morte continuaram se amando e se comunicando através dessa ligação. E sobre o poder do amor de uma mãe, que pode tocar o coração de um filho mesmo estando desencarnada.



Avaliação: 




Sobre a autora: 


Durante a infância, que passou em São Sebastião do Paraíso (MG) onde nasceu, Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho sentiu as primeiras manifestações mediúnicas. A médium é capaz não só de enxergar e ouvir com clareza os espíritos, mas também de receber, por intermédio da psicografia, mensagens e obras literárias. Casada, mãe de três filhos, divide seu tempo entre as atividades profissionais, suas obrigações familiares e o trabalho voluntário no centro espírita.
Entre outros sucessos, Vera Lúcia psicografou o best-seller Violetas na Janela, que já ultrapassou a tiragem de 1,2 milhão de exemplares, uma verdadeira reportagem do Espírito Patrícia realizada no mundo espiritual. Esse destaque não modificou seus hábitos e sua personalidade. Simples e reservada, se considera apenas "um simples instrumento dos espíritos".