Resenha: Presas - A Dádiva da Escuridão - Livro Um

11 outubro 2013


Autor: Marco de Moraes
Editora: Novo Século - Selo Novos Talentos
Páginas: 288
Ano: 2013
ISBN: 9788576799511

Clique AQUI e adicione o livro no Orelha de Livro


Exemplar cedido em parceria com o autor

Sinopse:A vida de um homem tem um novo início a partir da abertura dos seus olhos em plena cegueira que perdura por longos caminhos em que sua visão nada alcançava além de obviedades presas por suas limitações ante o desespero da perda de tudo: de tempo, de lugar, de nome. A luta do personagem, narrador deste livro, se dará pelo decorrer da sua busca pelo que emerge em pedaços de recordações, mistura de pesadelos e a sua realidade enfadonha, carregada de fardos que parecem não ter fim. Os dias de luz se foram; os filhos da noite se manifestaram e dominaram todos os cantos das noites profundas que perduram até a última gota de sangue maldita ser derramada.

Resenha:  

Estou tendo muita sorte com livros sobre vampiros. Todos os que tenho lido (principalmente os nacionais) não deixam a desejar. "Presas, A Dádiva da Escuridão" não ficou para trás. Também se mostrou um livro bem escrito, com uma história surpreendente que te prende do começo ao fim!


Neste livro, nosso personagem principal, não sabe quem é. O livro começa com suas poucas lembranças e uma vontade de descobrir de onde veio e o que deve fazer. Acorda em uma floresta sombria, onde ossos e corpos espalhados se faz presente. No decorrer da história, nosso personagem ganha o nome de Irwin, pois como não sabia nem seu nome, não tinha como se apresentar as pessoas. Irwin passa por maus bocados, vivendo na mais pura pobreza e sendo seguido por criaturas da noite que, a seu ver, querem algo dele, mas o mesmo não sabe o quê ou porquê.


"Acordado eu estava, mas não havia tempo nem lugar: tudo era a noção não constrangida da vontade de explorar naquele ambiente sombrio em que tudo era morte."
Devo confessar que o começo foi bem parado. Irwin sofreu, foi seguido e explorado, aprendeu a se defender e as coisas só melhoraram depois que ele matou o primeiro vampiro. Irwin sabia onde tinha que ir, sabia quem poderia lhe clarear as lembranças perdidas, ele sabia! Mas não sabia como sabia disso! Tudo na vida do nosso personagem é perturbador, o leitor sofre junto com o mesmo por não saber de seu passado. A certeza de Irwin em descobrir quem foi, nos dá esperança de que ele consiga acabar com o mau que afrige o reino. Mas, será que ele conseguirá? Será ele o salvador ou o causador?


A história toda se passa na era medieval, castelos, reis, serviçais, guerreiros com armaduras.... Imagine tudo isso em um enredo sobrenatural, vampiros matando gente a esmo e transformando outros tantos! Esqueçam vampiros bonzinhos, por favor, "Presas" vai te levar para um passado sombrio e perturbador, onde o sol não aparece nas manhãs e os únicos pássaros a vista são os temíveis "Quebra-Ossos". Com personagens marcantes e muito bem construídos, "Presas" fará você duvidar, torcer pelas pessoas erradas e odiar as certas. Simplesmente incrível!


Um livro que você não vai conseguir largar enquanto não chegar ao fim, e mesmo assim, você vai desejar um pouco mais desta obra maravilhosa! O autor soube como prender o leitor com uma narrativa leve e em primeira pessoa! Devo comentar também, que de todos os livros que já li deste selo, este foi o mais bem revisado! Só encontrei alguns erros no final do livro, mesmo assim, não é nada que prejudique a leitura. As páginas são amarelas com letras em um tamanho bom que não cansa a vista, a diagramação também não deixou a desejar! Os capítulos são separados por títulos e números com letras em negrito, no final do livro, encontramos três mapas com a divisão dos reinos. O reino onde ocorre a história de nosso personagem é Forthland, então podemos esperar mais dois livros!!! Creio eu, que dos outros reinos: Couey e Delvanash. Fiquei horas olhando o mapa de Forthland... Acompanhava Irwin em suas aventuras e sabia exatamente onde ele estava!!!! Só não consegui me acostumar com a narrativa medieval. Já li diversos livros assim, mas não consigo me acostumar! E a capa? Linda demais! Super condizente com o enredo do livro! Uma leitura poética, com muitas rimas e sentimento, tudo muito bem feito e escrito! Adorei cada página lida e super recomendo!


"- Tua parada já me era predita
Tu tens presas, acredita.
Vampiros vivem pelo eterno,
mas quando jazem,
o fazem
ardendo no fogo do inferno.
O "Recanto das almas sedentas"
é o ter destino castigado, mergulhado em tormentas."


Avaliação: 


Sobre o autor:


Marco Moraes nasceu em 1983 no Rio de Janeiro. É bacharel em Turismo e tem MBA em Gestão Empresarial. Escritor e poeta, é um observador da vida, retratando o que ela tem de melhor e pior por meio de uma narrativa detalhista que conduz o leitor por um universo sombrio repleto de surpresas. Presas, a dádiva da escuridão é seu primeiro livro publicado.


Gostou da resenha? Acompanhe as novidades diretamente com o autor! Visite o site do livro AQUI e curta a fanpage AQUI!

Quer comprar o livro? "Presas" já está sendo vendido nas livrarias abaixo: