Lançamentos da Editora Petit!

15 agosto 2013

Vamos conhecer um pouco sobre os lançamentos deste mês da editora Petit?

Quando o amor vence o ódio

Editora: Petit editora
ISBN: 9788572532303
Ano: 2013
Páginas: 320
Para adicionar a sua estante no skoob clique "aqui".

Quando o amor vence o ódio – romance inédito do Espírito Luizinho, psicografado por Marlene Saes, lançamento da Petit Editora – se desenrola durante o Império Russo. Na época, os nobres detinham o direito de submeter os servos à sua vontade e o faziam, muitas vezes, impiedosamente. Igor, Catarina, Dimitri e Anna – protagonistas do relato –, vivem no meio rural onde enfrentam tormentos e desafios.

Certos de que a vida não termina com a morte do corpo, os principais personagens de Quando o amor vence o ódio convivem com aparições de espíritos sofredores – e obsessores – bem como com anjos guardiões, espíritos familiares que os protegem. Na Rússia czarista, antes da Primeira Guerra Mundial e da revolução que derrubou a nobreza, Mikhail, Igor, Dimitri, Catarina e Anna são camponeses explorados que lutam para sobreviver e provar que o amor sempre vence!



Crepúsculo de outono
Editora: Petit editora
ISBN: 9788572532143
Ano: 2013
Páginas: 320
Para adicionar ao skoob clique "aqui".

Crepúsculo de outono surpreende o leitor com emocionantes lições de espiritualidade focalizadas nos problemas da atualidade.

Crepúsculo de outono – romance do Espírito Irmão Virgílio, psicografado por Antonio Demarchi – desvenda os mistérios insondáveis da reencarnação. Narrativa empolgante e verídica focaliza o drama vivido pelo doutor Augusto. O médico reside nos arredores da cidade de São Paulo, na companhia Helena, sua esposa, e a filha do casal. Mudou-se para uma chácara depois de um assalto em sua casa, durante um final de semana. Preocupado com a segurança, Augusto comprou uma arma. Certa noite, durante uma tempestade, com a intenção de afastar um intruso, disparou-a ao acaso.

A noite de tempestade esconde um vulto que invade a chácara do doutor Augusto. Em pânico – com a intenção de defender a família –, o médico atira na direção do perigo. Um trovão abafa o disparo que atinge o alvo e arranca uma vida. Angustiado, Augusto esconde o cadáver, mas ainda lhe resta atender o último pedido do desencarnado. E agora? Como conviver com a consciência atormentada por um crime? O médico não se recorda, mas – entre o Céu e a Terra –, é um prisioneiro dos erros do passado. Depois de um crepúsculo de outono, Augusto entenderá, finalmente, que o mal foi semeado na época da Revolução Francesa e, no invisível, o sangue derramado ainda clama por vingança...