Meu Namorado Literário - Dr. Richard Hacket

17 junho 2013

Pois é gente! Como a Geeh roubou minha primeira opção de namorado literário (ai que ódioooo - Brinks! kkkkk), resolvi escolher um personagem que eu também gosto muito (não tanto quando o Dimka, esse é primeiro em tudo! ¬¬). Então, conheçam Meu Namorado Literário Dr. Richard Hacket.



Ficha completa:

Nome: Richard Hacket
Idade: 158 anos
Naturalidade: Dublin - Irlanda
Profissão: Médico
Ator que poderia dar vida ao personagem: Matt Bomer (Escolhido pela autora do livro Marcia Rubim)
Livro: Adeus à Humanidade e (se Deus quiser) Quando a Humanidade Prevalece


Quotes:

"Em frente a uma das salas de atendimento de número cinco estava parado um doutor alto, bonito e extremamente alinhado. Seus cabelos eram grossos, negros e encaracolados, alguns cachos cresciam por detrás de suas orelhas finas. Era muito branco também, o tipo do cara que jamais passaria despercebido pelas ruas. Ele estudava o prontuário da paciente com uma expressão severa e eu, quase que hipnoticamente, dei alguns passos à frente para observar aquele homem mais de perto." 

"Nunca o vi deixar de curar quem quer que fosse, parece inacreditável! Os doentes que têm a sorte de tê-lo como médico responsável sempre saem vivos daqui."

"- Stephanie, ouça-me, por favor! Eu te amo!
Foi praticamente um choro sem lágrimas, o grito de alguém que estava no fundo do poço, sem saída. Mesmo assim, não podia ficar sensibilizada com aquela declaração que tanto sonhei ouvir e voltar lá para conferir." 

"- Perdão, eu não sabia que... - sussurrei e fui calada com um beijo, sem ter o direito à explicação.
- Perdoe-me também, não queria que você descobrisse daquele jeito... - Sua voz era ofegante, mas desta vez fui eu quem o beijou, calando-o por tempo indeterminado. As mãos de um puxavam para si o cabelo do outro, num gesto quase que desorientado." 

"- Seus olhos... ficaram escuros - constatei, observando-os.
- Eles mudam de cor quando fico lhe desejando - explicou. - Também acontece quando sinto raiva ou muita sede. É uma reação involuntária."

"Em pouco tempo, as nossas roupas já estavam espalhadas pelo chão. Fui tomada nos braços como a conquista de uma presa e as suas mãos em brasas passaram a me explorar infinitamente, não havendo um só lugar onde elas não estivesses. Embora sua musculatura fosse rígida como uma pedra, seus carinhos eram totalmente dosados e macios sobre a minha pele, e os olhos, por sua vez, não conseguiam esconder todo o frenesi que sentiam por poder me tocar daquela maneira tão íntima.
Os beijos então...
Esses eram entorpecentes, enlouquecedores.
Eu me rendi. Fui dominada completamente pelo amor que ele me oferecia sem limites, perdido entre palavras que sussurravam ao meu ouvido o quanto era amada."

"- ... Que eu imploraria a Ele para que passasse mil vezes pelo que passei, só para sentir o amor que sinto por você agora. Que qualquer coisa nessa vida valeria a pena, desde que no final a tivesse comigo. Sinto muito em lhe dizer: você não é uma boa médica, o seu diagnóstico estava errado. Não posso estar apaixonado porque a paixão é um sentimento que pode acabar. Já o meu amor... Esse sim, não tem fim. É imutável."


Sim! É um livro brasileiro e de ótima qualidade! Eu queria muito, mas muito mesmo colocar todo o livro aqui pra vcs, (exageraaaadddaaaaa), mas como não dá neh? Fiquem fantasiando este vampiro lindo e sedutor que roubou meu coração por sua humanidade e carisma incrível! Espero que vcs gostem! bjo^^