Resenha : As Feiticeiras de East end - Melissa De La Cruz.

23 maio 2013


  • Autor: Melissa De La Cruz
  • Editora: iD
  • ISBN: 9788516083281
  • Ano: 2012
  • Páginas: 312
  • Tradutor: Áurea Akemi Arata


Sinopse:
As três mulheres da família Beauchamp escondem um segredo: são feiticeiras poderosas, há séculos proibidas de usar sua magia. Joanna consegue ressuscitar os mortos e curar feridas graves; Ingrid prevê o futuro e tece nós que podem resolvem qualquer problema; e Freya tem um encantamento que certamente consegue curar os piores desencantos amorosos. Ela vai se casar com o misterioso Bran Gardiner, e cada vez fica mais difícil esconder seu segredo. Ingrid e Joanna sentem o mesmo dilema, e as três percebem que não podem mais ignorar quem realmente são.
Desenterram varinhas e vassouras e começam a criar feitiços bem intencionados para algumas pessoas. É então que ataques violentos começam a assolar a cidade. Quando uma jovem desaparece, elas percebem que está na hora de descobrir que forças obscuras operam contra elas.

Resenha:
North Hampton é uma pequena cidade costeira com poucos habitantes, onde a natureza continua intacta,não atingida pelo progresso industrial e tecnológico. É nesta cidade em que as mulheres da família Beauchamp vivem o mais discretamente possível.
Freya, Ingrid e sua mãe Joanna vivem em North Hampton a mais tempo do que podem se lembrar. A seculos elas foram proibidas de usar a sua magia, e a viver entre os humanos como um deles. As mulheres Beauchamp são feiticeiras imortais, e desde o julgamento em Salém, quando foram descobertas, vivem sobre a restrição do conselho, que as proibi de praticar qualquer tipo magia ou ritual.
Mas muitos anos se passaram, e nunca mais ninguém do conselho as procurou, hoje Freya é uma garçonete em um bar da cidade, Ingrid a bibliotecaria e Joanna, uma simples dona de casa, suas vidas não poderiam ser mais normais, e nem tão entediante. Mesmo depois de tantos anos, elas amargam a proibição, e se sentem incompletas sem a sua magia, que borbulha dentro delas, sem poder vir a tona.

(...)Ingrid nunca se sentia só,não quando tinha tantos livros para ler e tantos bons amigos na biblioteca,um emprego no qual ela ansiava chegar todas as manhãs nos últimos sete anos.Ela sabia que a mãe achava que ela desperdiçava o tempo,  suas habilidades,seu intelecto,seu tudo, trabalhando em uma biblioteca parada de cidade pequena.que Freya achava incrivelmente chata.Mas, para Ingrid,sua biblioteca era a sua casa.(...)

Mas Freya esta decidida, se o conselho não mais as procurou, quem garante que não esqueceram delas? E assim as mulheres Beauchamp , desenterram as suas varinhas e vassouras e passam a ajudar discretamente os habitantes de North Hampton. Freya, preparando poções misturadas aos drinks que serve no bar, e Ingrid montando um pequeno consultório em sua biblioteca.
Um ponto turístico na cidade é a mais antiga casa, a mansão "Fair Heven", abandonada a muito tempo. Mas que do dia para a noite, aparece reformada, assim como a noticia de que Bran e Killian Gardiner, os herdeiros da mansão estão de volta a cidade.
Em menos de um mês, Freya se torna noiva de Bran, mas ela também não consegue controlar a grande atração de sente por Killian, o irmão mais novo. Apesar de amar seu noivo, ela sente uma conexão com Killian no primeiro momento em que o vê, a levando a questionar os seus sentimentos.
Mas curiosamente, logo apos a chegada dos Gardiner a cidade, estranho acontecimento surgem. Uma substancia escura aparece nas praias, animais mortos, pessoas contaminadas por um vírus desconhecido e mortal, tudo sem explicação.
O que será que esta atormentando a pacata cidade de North Hampton ? Será que os Gardiner são quem realmente dizem ser? Será que existe mais magia na cidade do que elas imaginaram?
É exatamente isso que as Beauchamp vão tentar descobrir para ajudar a sua cidade.

Para quem não sabe, essa serie é escrita ela mesma autora de BLUE BLOODS, que assim como essa serie não me conseguiu me conquistar. O livro é legal, a temática é diferente, mas a falta de ação e o desenvolvimento arrastada não deixa que a leitura seja algo prazeroso, e sim entediante. A autora desenvolve vários fatos irrelevantes para a estoria, exagerando nas descrições e devaneios de algumas personagens.Vcs devem ter notado a falta de quotes, é exatamente por isso, os momentos impactantes acontecem nos últimos capítulos.
Os personagens são bem construídos no entanto, cada qual tem uma personalidade e caracteristicas bem diferenciadas. A classificação do livro que eu achei estranha, infanto-juvenil, mas a autora ousou em varias cenas quentes,não muito detalhadas, mas que não poderiam ser classificadas como infanto-juvenil e sim, jovem adulto.
A autora faz menção da historia das bruxas de Salém e seus julgamentos, mas apesar de as protagonistas terem vivenciado, ela não se aprofunda no assunto, ela também deixou alguns ganchos, que indicam que ela possa ainda se aprofundar na mitologia nórdica nos próximos livros.
O livro em si é uma obra linda, a capa é magnifica, sem erros de revisão, com uma diagramação simples, mas, perfeita.

A principio é Família Beauchamp é para ser uma trilogia:
  • As Feiticeiras de East End
  • Serpent's Kiss
  • Winds Of Salem


Sobre a autora:

Melissa de la Cruz nascida em 1971, é uma autora que escreve principalmente para um público jovem adulto. Ela cresceu em Manila e se mudou para San Francisco com sua família, onde se graduou na escola do Convento do Sagrado Coração. Ela se formou em história da arte e de Inglês na Universidade de Columbia. Ela agora divide seu tempo entre Nova York e Los Angeles, onde vive em Hollywood Hills com sua família.