Resenha : Insurgente - Veronica Roth.

23 abril 2013



  • Autor: Veronica Roth
  • Editora: Rocco
  • ISBN: 9788579801556
  • Ano: 2013
  • Páginas: 512
  • Tradutor: Lucas Peterson

Sinopse:

O aguardado segundo volume da série distópica Divergente, de Veronica Roth, apresenta mais uma inebriante e emocionante história, repleta de reviravoltas, corações partidos, romance e poderosas revelações sobre a natureza humana. Na Chicago futurista criada por Veronica Roth em Divergente, as facções estão desmoronando. E Beatrice Prior tem que arcar com as consequências de suas escolhas. Em Insurgente, segundo volume da bem-sucedida série de distopia que conquistou os fãs de Jogos Vorazes e alcançou o primeiro lugar na disputada lista dos mais vendidos do The New York Times, a jovem Tris tenta salvar aqueles que ama - e a própria vida - enquanto lida com questões como mágoa e perdão, identidade e lealdade, política e amor. 

Resenha:
Cuidado! nesta resenha pode conter spoilers sobre o primeiro livro .
 

Depois da Erudição ter tomado a Audácia, e obrigado todos os seus membros da destruir a Abnegação, sob a influencia de um soro desenvolvido por Jeanine. Agora os membros  que sobreviveram, os da Erudição que não concordam com o ataque , juntamente com os poucos que sobraram da Abnegação , assim como os Divergentes, que não são sucetiveis ao soro, precisam pedir refugio para a Amizade, a única facção neutra que sobrou e que não esta sob o comando de Jeanine e seus comparsas.

(...)Tobias passa um longo período em silencio, ate que eu também me calo.
-Durma - diz ele- Eu vou protege-la dos pesadelos ,se eles vierem atrás de você.
-Com o que?
-Com as minhas mãos, é claro.
Envolvo sua cintura com um braço e respiro fundo contra o seu ombro. Ele cheira a suor, ar puro e menta.(...) ele também cheira a segurança,como uma caminhada por um pomar ensolarado ou um café da manhã silencioso no refeitório.Nos momentos antes de cair no sono, quase me esqueço da nossa  cidade devastada pela guera e do conflito que nos encontrara em breve,se nos não o encontrarmos  primeiro.
Antes de dormir, ouço-o sussurrar:
- Eu te amo, Tris.(...)

Tris e Quatro lideram o grupo, e precisam criar um plano bom o suficiente para tentar terminar com a guerra. Mas como conseguir pessoas suficiente para lutar, se as facções estão ruindo, e guerra esta no auge, e a maioria das pessoas se aliou a Erudição, se não por vontade propria, esta sob o efeito do soro que controla as suas mentes.
É em meio a esse desespero, que a ajuda pode vir de onde menos se espera. Em nenhum momento Tris pensou que uma  facção "sem-facção" pudesse estar se organizando no subúrbio da cidade. Os sem-facções, que todos achavam que não passavam de coitados, miseráveis, estão organizados e preparados para lutar, principalmente contra a Erudição. Mas será que a Audácia e seus aliados podem confiar na ajuda de pessoas das quais até pouco tempo tentavam evitar?
Mas os Sem facção tem uma líder inusitada. Ninguém menos que Evelyn Eaton, a mãe de Tobias, que até então todos achavam que estava morta. Será que a lealdade de Tobias pode ser afetada por isso? eis o que Tris precisa descobrir: se Evelyn é realmente confiável ou se apenas esta usando o amor de seu filho para conseguir o seu objetivo. Mas essa é uma tarefa complica, já que Tobias resolveu perdoar a mãe por te-lo abandonado, e parece acreditar em sua boa intenção.



Posso surtar, agora ou depois? A única coisa que eu posso dizer a vocês é que valeu cada minuto de espera, cada spoiler lido, cada hora de ansiedade. O livro é perfeito, impecável, a estoria começa exatamente de onde o livro anterior terminou, ou seja, já em um ritmo super acelerado.
Neste livro, podemos entender melhor qual é a função das outras facções, que não foram muito comentadas no primeiro livro, como a Amizade e a Franqueza. Por sinal, a Amizade é uma peça importante nesse livro, já que serve de abrigo para Tris, Tobias, Marcus,Caleb e todos os que não concordam com a matança, indiferente da facção.A Amizade abre seus portões a todos que precisarem de abrigo,contanto que trabalhem como os seus membros e mantenham a paz.Mas como os membros da Audácia podem conseguir viver colhendo frutas, dançando e cantando em meio aos pomares? É, ai vcs já podem imaginar a confusão que isso vai causar. Mas essa "paz" não dura muito tempo, pois logo os traidores da Audácia invadem o complexo atrás de Tris e Tobias, ou seja, em busca dos Divergentes.
Também conhecemos um pouco mais sobre Marcus Eaton, o pai de Tobias, que  Tris descobre esconder um segredo, que pode ser a causa de toda a guerra. Mas Tobias esta convicto de que seu pai é apenas um mentiroso e esta tentando chamar a atenção para si, e esta certo de que primeiro eles devem entrar em combate, para depois tentar descobrir qual é a mentira de Marcus. E ai o conflito entre as estrategias começa.
Quem aqui é "FourTris" ? pois bem, já vou logo avisando, eles passam o livro inteiro brigando. Claro, que  a briga acontece e logo vem a reconciliação, para logo em seguida eles brigarem novamente.Mas mesmo entre tantas brigas, da para perceber que enfim ambos estão assumindo o amor que existe entre eles, sem se importar com os outros ou o que esta acontecendo.
Se você acha que Divergente foi instigante e complexo, você não tem ideia do quanto Insurgente é apaixonante. O que mais me prende a essa serie, é que a Veronica Roth criou algo completamente novo, não existe clichê nessa trilogia, nada de amor proibido, nada de triangulo amoroso, na realidade não tem nada do que estamos acostumados a encontrar na maioria das series que esta ou esteve no mercado. Não existe duvida  do amor entre Tris e Tobias, mesmo em meio a guerra eles estão lado a lado, e é claro que existe conflitos entre eles, mas nada que abale o sentimento que existe.
Neste livro também conseguimos entender melhor o que é ser Divergente. Mas também descobrimos dois novo inimigo, que ninguém nem sonharia em suspeitar.Quem conseguiria imaginar que o inimigo estava tão perto?
Olha, para você, pessoa ingenua como eu, que achou que ler Insurgente faria a sua ansiedade diminuir, só uma coisa a dizer: isso não acontece! pelo contrario,  esse livro te deixa ainda mais curiosa, pois o final é totalmente OMG, e te deixa com um ponto te interrogação imenso no meio da testa! Já criei mil teorias, e olha que eu terminei de ler ontem o livro, imagina como eu vou ficar até Outubro, que é quando sai Allegiant? vou surtar bem legal aqui, mas ao mesmo tempo eu não quero que chegue essa data, não estou pronta para perder o Tobias e a Tris.É nessas horas que eu tenho raiva da tia Vero, de ter decidido que Divergente seria apenas uma trilogia e não uma serie! #mimimi.
Outra coisa, Veronica Roth não poupa personagens, quem achou que ela tinha matado o suficiente em Divergente pode ir se preparando, fiquei até com medo de que a historia pudesse acabar por falta de personagens. Fiquem preparados, muitas mortes em Insurgente, umas eu vibrei e outras eu fiquei completamente chocada.
Mas então, como eu disse no inicio, esse livro é impecável, é uma edição simples, a capa segue o padrão da anterior, só que temos o simbolo da Amizade misturado as chamas, que ao meu ver,significa essa união entre as facções para acabar com a guerra. A diagramação é bem simples também, mas em compensação não possui nenhum erro de revisão (que eu tenha encontrado.),editora Rocco mandando bem, como sempre!!
Assista ao book trailer:


Como eu mencionei ali em cima, Divergente é uma Trilogia é o ultimo livro da serie já tem data de lançamento:  22 de Outubro de 2013! O livro é intitulado ALLEGIANT, ainda não temos ideia de como o título vai ficar na publicação no Brasil, até então, a editora vem mantendo os títulos originais, mas sabe como é, não podemos subestimar a capacidade das editoras de destruírem títulos na tradução, né!


Para quem não sabe, o primeiro livro da trilogia esta sendo adaptado para o cinema, e tem estreia prevista para 2014. O elenco já foi quase todo escolhido, Theo James é o Quatro e Shailene woodley  Tris.

Para ampliar é só clicar na imagem.

Sobre a autora:

Aos 24 anos de idade Veronica Roth é uma escritora norte-americana. Ela é muito conhecida por sua trilogia de livros intitulada Divergente. Veronica possui uma licenciatura em escrita criativa pela Universidade Northwestern. Casada, desde 2012 vive em Chicago.