Resenha: Por que não podemos esperar - Martin Luther King

14 setembro 2020

Edição: 1
Editora: Faro
ISBN: 9786586041262
Ano: 2020

Páginas: 176
Compre AQUI
            
                   Livro cedido em parceria com a editora
Sinopse: É importante entender a história que está sendo feita hoje, porque ainda há mais por vir, porque a sociedade americana está perplexa com o espetáculo do negro em revolta, porque as dimensões são vastas e as implicações profundas. PALAVRAS PROFERIDAS EM 1964... Em 1963, no Alabama, talvez o estado com maior segregação racial nos Estados Unidos, uma campanha lançada por Martin Luther King demonstrou ao mundo o poder da ação não-violenta. Neste livro, lançado em 1964, o vencedor do Prêmio Nobel da Paz narra esses eventos, traçando a história da luta pelos Direitos Civis nos últimos três séculos mas olhando para o futuro, avaliando o trabalho que precisava ser feito para a igualdade de direitos e oportunidades aos negros e a seus descendentes. Trata-se de uma análise eloquente dos fatos e pressões que impulsionaram o movimento dos Direitos Civis até as marchas públicas que tomaram as ruas naquela época e inspiram as de nosso tempo. Mais de cinco décadas após sua morte, as palavras de Luther King se mostram atuais para o mundo. No livro, o autor descreve os acontecimentos cruciais que impulsionaram a campanha pela justiça racial, oriunda de um movimento nascido em balcões de lanchonetes e reuniões de igreja, mas que se fez ressoar em todo o planeta. Por que não podemos esperar é um manifesto único, um testemunho histórico e também um alerta. A INJUSTIÇA NUM LUGAR QUALQUER É UMA AMEAÇA À JUSTIÇA EM TODO O LUGAR. MARTIN LUTHER KING JR.

Resenha: Outros jeitos de usar a boca - Rupi Kaur

31 agosto 2020

Edição: 1
Editora: Planeta Brasil
ISBN: 9788542209303
Ano: 2017
Páginas: 208
Compre AQUI / Ebook Kindle AQUI
Sinopse: 'Outros jeitos de usar a boca' é um livro de poemas sobre a sobrevivência. Sobre a experiência de violência, o abuso, o amor, a perda e a feminilidade. O volume é dividido em quatro partes, e cada uma delas serve a um propósito diferente. Lida com um tipo diferente de dor. Cura uma mágoa diferente. Outros jeitos de usar a boca transporta o leitor por uma jornada pelos momentos mais amargos da vida e encontra uma maneira de tirar delicadeza deles. Publicado inicialmente de forma independente por Rupi Kaur, poeta, artista plástica e performer canadense nascida na Índia – e que também assina as ilustrações presentes neste volume –, o livro se tornou o maior fenômeno do gênero nos últimos anos nos Estados Unidos, com mais de 1 milhão de exemplares vendidos.

Resenha: Quase Rivais - J. Sterling

27 agosto 2020

Edição: 1
Editora: Faro Editorial
ISBN: 9786586041149
Ano: 2020
Páginas: 160
Tradutor: Ricardo Lelis
Compre AQUI

                       Livro cedido em parceria com a editora
Sinopse: Suas famílias são inimigas... Masserá que é possível resistir a umalouca paixão?James é louco por sua vizinha Julia... Julia brilha e se arrepiacada vez que esbarra com James... a combinação seriaperfeita se suas famílias não fossem rivais há gerações. E, como se não bastasse, os dois sãoconcorrentes no trabalho.Mas, mesmo com tudo jogando contra, quanto mais tentam resistir, mais forte fica odesejo. James e Julia entendem que precisam se manter afastados. O problema é: como?J. Sterling, autora conhecida por seus romances incríveis, recria em Quase Rivais a maiorhistória de amor de todos os tempos. Neste Romeu e Julieta dos tempos modernos, há alguns detalhes que se repetem, mas o que poderia ser diferente?

Resenha: Domínio das Trevas (Contos do Gótico e do Inimaginável) - Rubens P. Junior

20 agosto 2020


Edição: 1
Editora: Amazon
ISBN: 9786586099423
Ano: 2020
Compre AQUI
Sinopse: Uma cidadezinha do interior de Minas Gerais de nome Vale Escuro guarda seus segredos e carrega seus demônios próprios. Em meados da década de 1930, ainda sem energia elétrica, regrada somente à luz de velas e chamas de fogão à lenha, toda Vale Escuro mergulha em noites frias e sombrias, desfilando em 8 contos interligados, os mais inimagináveis horrores em um leque de seres e situações escabrosas que nos remetem às fantasmagorias da literatura gótica clássica, onde fantasmas vingativos, vampiros sedentos, seres da floresta, bruxas malignas e outras criaturas se arrastam por seus becos escuros e por essas páginas macabras.Venha conhecer essa cidade onde cada morador tem algo a contar e onde apenas a lua cheia é testemunha de tudo.

Resenha: Minha Melhor Amiga - Dan Folter

17 agosto 2020

Edição: 1
Editora: Ler Editorial
ISBN: B082FLWZ3J
Ano: 2019
Páginas: 178

Skoob 
Compre:Aqui/ Ebook Kindle

Ebook cedido em parceria com a editora
Sinopse: Até onde você iria para ajudar uma pessoa? Luciana nunca havia pensado a respeito. Ela se preocupara mais com os cães abandonados que resgatava, acreditando estar fazendo a sua parte. Mas tudo isso mudou no dia em que conheceu Sara, uma criança de rua, pedindo esmolas no farol ou de porta em porta. Porém, adotar uma criança não é tão simples quanto adotar um cão. Luciana terá sua vida inteira modificada, sua casa, seu trabalho, seus amores, tudo em uma luta desesperada para salvar a vida de Sara. Uma história emocionante sobre amor e amizade.

Resenha: Todas as Cores do Céu - Amita Trasi

13 agosto 2020

Edição: 1
Editora: HaperCollins Brasil
ISBN: 8595084076
Ano: 2019
Páginas: 384
Tradutor: Caroline Chang
Compre:AQUI / Ebook Kindle:AQUI.
Sinopse: Aos dez anos, Mukta é forçada a seguir um ritual de sua casta, que, essencialmente, a torna uma prostituta. Para salvá-la deste horrível destino, um homem a resgata e lhe dá um lar. Tara, filha dele, cria um laço especial com a criança recém-chegada — um vínculo digno de irmãs. A amizade sofre um baque definitivo, entretanto, quando Mukta é sequestrada. Anos depois, vivendo nos Estados Unidos, Tara retorna à Índia para encontrar a amiga que, ao que tudo indica, foi submetida novamente à prostituição. Mas a extrema pobreza em Bombaim se mostra uma realidade mais difícil do que Tara consegue suportar.
Relato emocionante e realista da Índia contemporânea, Todas as cores do céu mostra como o sistema de castas explora os mais fracos, e como o amor nos faz buscar a reparação para nossos atos mais horríveis, vencendo barreiras impenetráveis.

Resenha: Des-grávida (Unpregnat) - Jenni Hendriks & Ted Caplan

10 agosto 2020

Edição: 1
Editora: Faro Editorial
ISBN: 6586041058
Ano: 2020
Páginas: 256  
Skoob
Compre AQUI.

Livro cedido em parceria com a editora                                                
Sinopse: Veronica Clarke nunca foi reprovada num teste e nunca desejou isso. Até agora... Aluna exemplar, aos 17 anos, ela parece ter uma vida perfeita: um namorado apaixonado, pais que se orgulham dela e uma vaga na universidade dos seus sonhos. Mas, pela primeira vez, um resultado de positivo não lhe parece algo bom. Ao fazer um teste de gravidez, Veronica se descobre grávida e fica em pânico ao ver seus planos de futuro irem por água abaixo. Desesperada, ela decide realizar um aborto. Com medo de enfrentar julgamentos, Veronica encontra uma aliada improvável... a rebelde Bailey Butler, sua ex-melhor amiga, é a única com quem ela pode contar. Para tentar realizar o procedimento, as duas partem em uma viagem de mais de três mil quilômetros, em meio a loucuras, risadas, cumplicidade e discussões que reabrem cicatrizes que precisam arder antes de, talvez, serem curadas. Talvez um teste positivo seja o menor dos problemas. Talvez o percurso seja mais importante. Talvez aprender a rir da vida e não levar tudo a sério seja um caminho. Será?

Resenha: A Caminho das Estrelas: Para aqueles que se permitem sonhar os limites não existem - Victor Degasperi

06 agosto 2020


Edição: 1
Editora: Faro Editorial
ISBN: 6586041007
Ano: 2020
Páginas: 144
Compre AQUI

Livro cedido em parceria com a editora
Sinopse: Se você sente que o seu lugar é muito além de onde você se encontra agora, sua missão começa aqui. Com sensibilidade de psicólogo e o tom poético de seus textos apaixonados pela vida, Victor Degasperi propõe um mergulho em emoções e vivências comuns a todos os corações humanos. Partidas e chegadas, idas e vindas, encontros e desencontros, despedidas e descobertas. E se tivermos a chance de usarmos tudo isso para sermos felizes? Nossos sonhos são como uma uma bússola a nos guiar pelos caminhos que fazem sentido ao coração. Quando caminhamos na direção deles, nos tornamos capazes de descobrir muitos outros! É um ciclo de autodescoberta e, consequente, de realização pessoal. Nossos sentimentos e sonhos são a forma que a alma encontra para se comunicar conosco. “Achar o seu caminho verdadeiro é aprender a escutar o que a sua alma diz, é ouvir a si mesmo. Se você se concentrar agora conseguirá entender o que suas emoções estão pedindo?”

Resenha: Não Basta Não Ser Racista, Sejamos Antirracistas - Robin Diangelo

23 julho 2020

Edição: 1
Editora: Faro Editorial
ISBN: 9788595811065
Ano: 2020
Páginas: 192
Compre AQUI 

Livro cedido em parceria com a editora
Sinopse: É hora de todos os brancos abandonarem a ideia de superioridade e, de fato, atuarem no combate ao racismo. Negação, silêncio, raiva, medo, culpa... essas são algumas das reações mais comuns quando se diz a uma pessoa que agiu, geralmente sem intenção, de modo racista. Ser abertamente racista não é algo socialmente aceitável. Ninguém quer ser visto assim. Mas cada vez que se nega o racismo, impedimos que ele seja abordado e que nossos preconceitos sejam discutidos. As reações de negação não servem apenas para silenciar quem sofre o preconceito, também escondem um sentimento que a autora Robin Diangelo passou a chamar de fragilidade branca. Em seus estudos, Diangelo catalogou frases, palavras e sentimentos de voluntários que se veem sem qualquer preconceito e demonstrou que, no fundo, ele estava lá. Sua proposta é que todos comecem a ouvir melhor, estabeleçam conversas mais honestas e reajam a críticas com educação e tentando se colocar no lugar do outro. Não basta apenas sustentar visões liberais ou condenar os racistas nas redes sociais. A mudança começa conosco. A AUTORA: ROBIN DIANGELO é professora universitária, autora e consultora em questões de justiça racial e social há mais de vinte anos. Não basta não ser racista ― Sejamos antirracistas ocupa as primeiras posições das listas de livros mais vendidos do mundo desde seu lançamento.

Resenha: A Febre - Megan Abbott

20 julho 2020


Edição: 1
Editora: Intrínseca
ISBN: 9788580577990
Ano: 2015
Páginas: 272
Compre AQUI - E-book Kindle AQUI
Sinopse: Na Escola Secundária de Dryden, Deenie, Lise e Gabby formam um trio inseparável. Filha do professor de química e irmã de um popular jogador de hóquei da escola, Deenie irradia a vulnerabilidade de uma típica adolescente de 16 anos. Quando Lise sofre uma inexplicável e violenta convulsão no meio de uma aula, ninguém sabe como reagir. Os boatos começam a se espalhar na mesma velocidade que outras meninas passam a ter desmaios, convulsões e tiques nervosos, deixando os médicos intrigados e os pais apavorados. Os ataques seriam efeito colateral de uma vacina contra HPV?
Envoltos em teorias e especulações, o pânico rapidamente se alastra pela escola e pela cidade, ameaçando a frágil sensação de segurança daquelas pessoas, que não conseguem compreender a causa da doença terrível e misteriosa.
- A trama do livro foi inspirada num acontecimento real, ocorrido no estado de Nova York, em 2012.
- Eleito Livro do Ano pelo Strand Critics Award e apontado entre os finalistas do prestigioso Folio Prize e os melhores do ano da Amazon.
- A produtora da atriz Sarah Jessica Parker vai lançar uma série no canal MTV baseada no livro e produzida por Karen Rosenfelt, de A Menina Que Roubava Livros, O Diabo Veste Prada e Crepúsculo.